Stand de ulefone mwc

Ulefone na MWC – pequena empresa com smartphones gigantes

A Ulefone ainda é, no geral, uma empresa pequena, pelo menos se compararmos com a visibilidade que outras gigantes chinesas, como a Xiaomi, ZTE e a Huawei têm.

Ainda assim, não podemos deixar de ignorar que a Ulefone apresenta alguns dos smartphones com a melhor relação qualidade/preço. São dispositivos com especificações de alto nível de dispositivos que normalmente são vendidos acima dos 300/400€ e a Ulefone vende-os por metade do preço.

Tendo em conta que este é um dos principais fatores que a maioria dos consumidores têm na hora de comprar um novo telemóvel, a Ulefone apresenta aqui grandes argumentos.

Gemini Pro – o upgrade

O principal Ulefone na banca e sucessor do já lançado Gemini, é chamado Gemini Pro e possui algumas especificações verdadeiramente loucas.

Para começar possui um SoC Helio X27, da Mediatek, com 10 núcleos a 2.59GHz, ecrã de 5.5 polegadas FHD, câmara dupla de 13MP traseira e outra frontal também de 13MP e ainda com USB Tipo C, que é usado para carregar a sua bateria de 3.680 mAh. Conta com Android 7.0 e todas as vantagens que a versão Nougat traz e em termos de memória conta com 4GB de RAM e 64GB de ROM.

Em termos de design segue um pouco o livro, na medida em que não inova propriamente em nada, mas também não é esse o objetivo deste smartphone.

Estas especificações, num telemóvel de uma marca conhecida custaria sem dúvida algo próximo dos 500€, mas a Ulefone planeia vendê-lo por um valor entre os 200 e 250$ dólares, o que é completamente louco.

Armor 2 – o Todo-o-Terreno

Outro dos smartphones que nos surpreendeu bastante, foi o Armor 2, telemóvel indicado para profissionais e amantes dos desportos radicais. Conta com um design parecido com aqueles já lançados pela CAT, mas com especificações monstruosas e um preço muito mais amigo.

Em termos de hardware, vem equipado com um Helio P25 de oito núcleos a 2.5GHz, 6GB de RAM e 64 GB de ROM, ecrã de 1080p com 5 polegadas, câmara de 16MP traseira acompanhada de uma besta de uma bateria de 4.700 mAh que sem dúvida vai garantir o uso por um dia de trabalho inteiro, carregada por uma entrada USB Type-C. Possui ainda um sensor de NFC, Android 7.0 e todos os certificados de resistência, como pó e água, como seria de esperar.

Fazendo jus ao seu nome, vem com uma armadura em borracha rígida que cobre as bordas e topos da moldura, evitando que se parta quando cai ao chão, com reforço em metal nas bordas laterais.

No stand da Ulefone existia um modelo do Armor original imerso num jarro com água e garantiram-nos que o Armor 2 é ainda mais impenetrável a líquidos. Portanto, é um excelente telemóvel a terem em conta se costumam ter medo de os partir.

Foi mencionado que, ao chegar ao mercado, o Armor 2 deverá contar com um preço entre os 200 e 250$, que se compararmos com o CAT S60 do ano passado, que possui quase metade das especificações mas custa mais do dobro, é um excelente negócio.

Power 2 – e dura, e dura e dura…

O outro smartphone que queremos mencionar, é o Power 2, o vosso novo melhor amigo para Pokémon Go.

Porquê?

Bem, para começar, vem equipado com um processador de oito núcleos a 1.5GHz, MT6750T, que apesar de ser de média-baixa gama, é compensado por 4GB de RAM e 64GB de ROM que ainda pode ser aumentado por um microSD.

No entanto, o que torna este smartphone especial não é necessariamente a potência do seu hardware, mas sim a potência da sua enorme bateria de 6.050 mAh. Isto significa várias horas de Pokémon GO sem terem de se chatear em levar uma powerbank convosco para todo o lado.

Além disso, a construção unibody e o ecrã de 5.5 polegadas FHD ajudam bastante a aumentar o seu valor, ainda que tenha um preço fantástico de 180$ dólares, segundo nos foi dito.

VRKAM – filmar a 360º sem custos…quase

Outra surpresa da companhia chinesa foi a sua nova câmara para filmar a 360º, maior surpresa, foi o seu preço de venda, a 100$ e deverá estar disponivel nos próximos meses.

A capacidade de filmar em 360º da VRKAM é propositadamente a pensar na realidade virtual, permitindo ao utilizador filmar, com qualidade, em todas as direcções. Isto é possível pelo uso de duas lentes com ângulo de visão de 180º.

ulefone vrkam

É capaz de ligar-se ao smartphone por micro-USB e, com uma simples aplicação da Ulefone, podemos controlar a câmara, filmando ou ver apenas a imagem que esta captura, no nosso smartphone, quer em 2D ou 3D com uns óculos de realidade virtual. Podemos gravar vídeos em FHD ou capturar imagens de alta resolução em 3K.

Contudo, a câmara não é, por agora, muito resistente, por isso não será aconselhável o seu uso para desportos radicais. Mas a Ulefone planeia completá-la com acessórios à semelhança da GoPro, possivelmente com uma caixa resistente de protecção.

Conclusões

A Ulefone aparece na MWC num stand algo escondido mas apresenta na feira argumentos de peso e a um preço leve para a carteira, com smartphones bastante poderosos, muito mais baratos que equivalentes de outras marcas.

É uma mentalidade que sem dúvida agrada a muitos consumidores, principalmente ao português, e acreditamos que esta empresa chinesa vá ganhar cada vez mais mercado se continuar a entregar dispositivos com esta qualidade/preço.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *