The Hateful Eight – Quick Review

Durante 3 horas, com praticamente o mesmo cenário – o interior de uma casa, temos 8 pessoas (entre os quais um general da confederação, um preto, uma condenada e um carrasco), que não podiam odiar-se mais, a perguntar-se como irão aguentar 3 dias ali sem se matarem uns aos outros enquanto esperam o fim da tempestade lá fora.

Como dá para entender desde já, este é não só um filme incrivelmente lento, com cenas que normalmente duram 10 segundos noutros filmes a durar 10 minutos aqui, como, tendo em conta o realizador em questão, tem uma quantidade de sangue e tripas a voar que até os filmes de +16 ficam impressionados.

No entanto, apesar disto, sendo um filme de Quentin Tarantino, funciona na perfeição. Porquê? Não sei dizer, pois eu não consigo explicar a arte deste realizador. A maneira como as cenas são filmadas, o diálogo entre personagens que apenas ele pode realizar, o ambiente, a interação e a personalidade única de cada personagem tornam o filme genial. Mesmo que tivesse 5 minutos focado numa cara, eu continuava a olhar atentamente à espera que algo explodisse, (o que acontece muito a partir do momento que o pinto sai para fora) devido à incrível tensão e o ambiente.

Conjugando isto com o brilhante character development, as performances espectaculares por parte de todos os actores (o meu preferido foi o Carrasco, interpretado por Tim Roth) e o excelente humor, este é mesmo um filme que é preciso ver e deixar ir pela sua lentidão e construção, pelo desenvolvimento das personagens e pela tensão criada conjugada com o humor e a gore toda que contém. Adicionando a isso a “explosão” do último capitulo, este é mesmo um completo Tarantino package.

Em termos de aspetos negativos, só tenho a dizer o intervalo de 7 minutos que ouve no meio, coisa que nem sequer é culpa do filme, mas que estragou um bocado o ambiente criado. Se é para ver este filme, é sem duvida nenhuma numa sessão continua.

Se são fãs de Tarantino, se gostam de ver atores e realizadores brilhantes a fazer arte, cenas incrivelmente bem construídas e tensão à flor da pele, este filme também é para vocês.

Nota: 9/10 (must watch)