Aerox3 Wireless CapaReview

SteelSeries Aerox 3 Wireless, Review em Português

SteelSeries Aerox 3 Wireless
Uma das melhores opções wireless do ano
O SteelSeries Aerox 3 Wireless é um dos melhores ratos que testamos este ano, especialmente se tivermos a falar de ratos wireless. Tem tudo aquilo que procuramos num rato topo de gama: um design simples, mas bonito, um peso baixíssimo para um rato wireless, carregamento rápido, certificação IP54, e claro, um sensor e conectividade excelentes.
Design
88
Ergonomia
85
Desempenho
90
Autonomia
75
Personalização
82
Qualidade/Preço
85
Review dos Leitores2 Votes
92
Aspetos Positivos
Boa ergonomia
Baixo peso
Desempenho excelente
Aspetos Negativos
Duração da bateria
Alguma "flexibilidade" da estrutura do rato
Incrementos minimos de 100 CPI
84
Recomendado

Longe vão os tempos em que os ratos wireless eram bastante inferiores às versões wired, pelo que hoje em dia existe cada vez mais oferta de ratos wireless com um desempenho e funcionalidades equivalentes. Desta vez, a SteelSeries deu-nos a possibilidade de analisar um dos seus últimos lançamentos, o Aerox 3 Wireless, e acreditem, temos muita coisa para falar sobre ele.

Review SteelSeries Aerox 3 Wireless

Design

O Aerox 3 Wireless tem formato muito similar ao Rival 3 que analisamos anteriormente, simples e bonito, e é também o primeiro rato da marca (juntamente com o Aerox 3) com um design perfurado, diferente do habitual.

A nível do formato, é um rato ambidextro, no entanto, o facto de apenas ter botões na lateral esquerda, faz com que não seja uma boa escolha para um esquerdino. Já no que às dimensões diz respeito, com 12 cm de comprimento, o Aerox 3 Wireless encaixa facilmente na mão, sendo indicado para agarres do tipo claw ou fingertip.

Aerox3 Wireless TopCaixa

O Aerox 3 Wireless é todo ele feito em plástico ABS, e tem uma textura que não só lhe dá uma boa sensação ao toque, como lhe confere um bom agarre, evitando com que escorregue da mão. Além disso, o facto de não existir quaisquer borrachas ou outro tipo de material no corpo do rato, irá certamente aumentar a sua durabilidade a nível de materiais.

O seu design, característico pelos furos ao longo de toda a parte superior e inferior, juntamente com os materiais utilizados, têm como principal objetivo reduzir o seu peso ao máximo, sendo que o Aerox 3 Wireless pesa apenas 66g (68g na nossa balança de testes). Um peso bastante baixo para um rato wireless, que irá certamente agradar os fãs de ratos ultra leves.

Aerox3 Wireless Top1

As nossas preocupações em relação a este design, são a resistência estrutural do rato, e o facto de termos os componentes internos expostos ao exterior. Quanto a este último aspeto, a SteelSeries pensou nisso, e projetou o Aerox 3 Wireless de forma a ter certificação IP54, tornando os seus componentes resistentes a poeiras e líquidos.

Já no que toca à resistência estrutural, apesar de ser um rato solido, não é perfeito. Como podem ver no vídeo abaixo, ao apertar a zona à frente do sensor, existe um pouco de “flexão” que faz com que o botão usado para ajustar os CPIs seja ativado sem ser pressionado.

No entanto, este é um comportamento que só reproduzimos como demonstrado no vídeo, acabando por não ser um problema real, mas sim um detalhe que gostaríamos de ver melhorado em futuras versões.

No que aos botões diz respeito, na lateral esquerda encontramos os típicos botões para avançar e retroceder páginas, enquanto que na parte superior encontramos o scroll, que tem um perfil bastante baixo, juntamente com o botão que permite ajustar os CPI.

A iluminação RGB é bastante pronunciada, muito por causa do seu design perfurado. Ao contrário do habitual, desta vez deixamos de ter o logo da marca iluminado na parte superior do rato, e passamos a ter uma iluminação visível em praticamente toda a parte superior e inferior. Além disso, existe também uma linha iluminada que percorre as laterais. A iluminação pode ser personalizada em 3 zonas distintas.

Na parte inferior encontramos 4 skates em PTFE, que não só têm um formato circular pouco comum, como aparentam ser muito finos. De qualquer forma, deslizam perfeitamente em qualquer um dos tapetes que testamos. Existe ainda o botão que nos permite mudar entre os modos de conexão, que podia ser um pouco melhor, uma vez que é um pouco difícil mudar a sua posição.

Sendo este um rato wireless, dentro da caixa encontramos também um cabo USB Type-A para USB Type-C, juntamente com um adaptador/extensor e um dongle wireless.

Comecemos pelo cabo, que apesar de parecer um acessório banal, surpreendeu pela positiva. Primeiro porque é a primeira vez que encontramos um cabo “mesh” em ratos SteelSeries, e segundo porque é um cabo leve, muito maleável, e com baixa resistência, tornando a sua utilização agradável. Já no que ao adaptador e dongle diz respeito, ambos são USB Type-C.

Se por um lado ficamos contentes por ver o fabricante a adotar Type-C, por outro, é um facto que muitas pessoas continuam a não ter portas destas nos seus desktops/laptops, pelo que a grande maioria terá mesmo de usar o cabo e adaptador incluídos.

Ainda em relação ao dongle, aquilo que menos gostamos foi o seu tamanho, juntamente com o facto do próprio rato não ter um espaço para o guardar.

Desempenho

No que ao desempenho diz respeito, o Aerox 3 Wireless conta com um sensor ótico, o SteelSeries TrueMove Air, desenvolvido em conjunto com a famosa PixArt.

O TrueMove Air permite ajustar os CPI entre um mínimo de 200 e um máximo de 18.000, sempre em incrementos de 100, tudo isto com uma aceleração máxima de 40G, e uma velocidade de 400 IPS. Tal como habitual em ratos deste segmento, a sua taxa de atualização por defeito é de 1 ms (1000 Hz), mas pode ser reduzida para 125/250/500 Hz, com o intuito de poupar energia.

No que à conectividade diz respeito, o Aerox 3 wireless pode ser conectado de 3 formas: cabo, wireless 2.4GHz, e Bluetooth, sendo este último o menos recomendado, uma vez que é o modo mais limitado a nível de configuração, e com uma taxa de atualização de apenas 125 Hz.

Aerox3 Wireless Sensor

Colocamos o Aerox 3 Wireless à prova (conectado via 2.4 GHz para utilizar os 1.000 Hz) em vários jogos, com um foco especial nos FPS, uma vez que a precisão do sensor é crucial neste género, e não reproduzimos qualquer problema de tracking, spin out, ou atrasos/falhas na conetividade, pelo que o seu desempenho foi excelente, mesmo quando a bateria estava prestes a terminar.

Nota: Durante os nossos testes tínhamos a aceleração do rato, no Windows, desabilitada e, sempre que possível, a opção “raw input” ativada nos jogos testados (ex: cs go).

Aquilo que mais nos desiludiu foi a duração de bateria. Apesar da marca anunciar até 200 horas de bateria em Bluetooth, e 80 horas em 2.4 GHz, a nossa média foi aproximadamente metade desse valor, sendo que o tivemos de carregar a cada 2 dias de uso (em 2.4 GHz). Para tentar contrariar este aspeto, o Aerox 3 Wireless conta com carregamento rápido, que nos nossos testes conseguiu cerca de 7 horas de bateria em 2.4 GHz, com uma carga de apenas 15 minutos.

Por fim, os switches do Aerox 3 Wireless têm uma duração estimada de 80 milhões de cliques, e contam também com certificação IP54. Na amostra de áudio acima podem ouvir o som gerado por cada um dos botões.

Software

Tal como todos os periféricos da SteelSeries, o Aerox 3 Wireless é suportado pelo SteelSeries Engine 3.

A nível de funcionalidades, o Engine 3 dá a possibilidade de configurar as funções dos botões, criar macros, ajustar os níveis de CPI, a iluminação RGB, o tempo de suspensão, a taxa de atualização, entre outras funcionalidades inteligentes, como a funcionalidade de desativação da iluminação RGB quando o rato é movimentado, ou a funcionalidade que diminui a intensidade da iluminação quando o rato está parado após algum tempo, tudo isto com o objetivo de poupar bateria.

Aerox3 Wireless Engine

Algo que notamos ao longo da review, mas que não sabemos se é uma limitação de hardware ou simplesmente um bug de firmware, é o facto do Aerox 3 Wireless não gravar a configuração RGB na memoria interna, fazendo com que as nossas configurações RGB só funcionem quando o Engine 3 está instalado/em execução (dongle v1.2.11, rato v1.6.8). Este é um comportamento que nunca tínhamos observado com outros produtos SteelSeries.

Para terminar, achamos que está a faltar uma opção para sermos notificados sobre o nível de bateria através do software, ou até mesmo de um indicador na barra de tarefas, isto porque a única notificação que existe à data desta review, é através da iluminação do rato, que pisca a amarelo em intervalos de tempo predefinidos. Este tipo de notificação é pouco eficaz, uma vez que ao ter a mão sobre o rato a iluminação acaba por não ser visível, fazendo com que o utilizador não se aperceba que a bateria está a acabar.

Conclusão

O SteelSeries Aerox 3 Wireless é um dos melhores ratos que testamos este ano, especialmente se tivermos a falar de ratos wireless. Tem tudo aquilo que procuramos num rato topo de gama: um design simples, mas bonito, um peso baixíssimo para um rato wireless, carregamento rápido, certificação IP54, e claro, um sensor e conectividade excelentes.

É um facto que existem questões que podiam ser um pouco melhores, dado que estamos a falar de um rato topo de gama, mas mesmo assim, a experiência final supera os pequenos defeitos encontrados, pelo que é um produto que recomendamos sem problemas.

Se estão à procura de um bom rato wireless, com um design simples e bonito, e o baixo peso for um critério fundamental, então o SteelSeries Aerox 3 Wireless é provavelmente a melhor opção wireless do momento, com um custo de 109.99€. No entanto, se gostam do design e características gerais, mas dispensam a conetividade wireless, ou simplesmente querem algo mais barato, existe uma versão wired (Aerox 3) que é ainda mais leve (57 gramas), por 69.99€.

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Design
Ergonomia
Desempenho
Autonomia
Personalização
Qualidade/Preço
Final Score