Second Wave - Um DLC low-cost para o Steel Division?
Novo modo de jogoMais variedade e opçõesPreço
O conteúdo em geral parece pouco, apesar de barato
70%Interessante para fãs do jogo
Reader Rating 1 Vote
100%

A 23 de Maio de 2017, numa parceria entre a Paradox Interactive e a Eugen Systems, foi lançado o jogo de estratégia Steel Division: Normandy 44. Agora, cerca de 5 meses depois chega o primeiro DLC, Second Wave, que não promete grandes alterações para o jogo, mas apenas algum novo conteúdo, uma nova forma de jogar e, principalmente, mais variedade.

A primeira coisa que surpreende em Second Wave é o preço anormalmente baixo quando comparado com o usual praticado por esta produtora (7.99€). Será que realmente tem assim tão poucas alterações para não justificar um preço mais elevado? É isso que vamos descobrir.

Novo Modo de Jogo

A primeira coisa que salta à vista é, provavelmente, o novo modo de jogo que vem alterar o local onde podemos colocar as tropas no início do jogo. Este modo chama-se Closer Combat Mode e é uma variação do Conquest, um modo que já existia anteriormente.

A grande diferença entre estes os dois é que em Closer Combat, no momento em que colocamos as nossas primeiras unidades, podemos fazê-lo quase no meio do mapa. Isto torna o jogo bastante mais rápido e pode garantir algumas posições de defesa imediatas como, por exemplo, em armas anti-tanque ou qualquer arma de longo alcance.

steel_division_second_wave_closer_combat_mode

Durante os últimos tempos joguei bastante neste modo e, a cada jogo que fazia gostava mais dele, ao invés do antigo Conquest. Poder colocar as tropas praticamente em cima do centro do terreno não só nos poupa tempo a ver as unidades percorrer literalmente metade do mapa como, em mapas mais abertos, começamos a ter combate a partir do primeiro segundo.

Mais Divisões e Unidades

Mais importante do que o novo modo de jogo temos aquilo que qualquer bom jogo de estratégia precisa: variedade de unidades no terreno. Se tivermos mais escolha, temos mais oportunidades para contrariar um ataque ou uma defesa. O meu grande medo em relação a esta alteração é que as novas unidades não fossem trazer nada de novo, o que felizmente estava redondamente enganado.

Mais variedade de unidades no terreno significa mais opções para o jogador

O que eu, e penso que todos queriam, não era apenas mais um tanque com novos stats, mas basicamente iguais aos outros. Nisso, a Eugen Systems acertou literalmente no centro do alvo. Nos 4 novos Battlegroups que foram criados temos um total de 19 novas unidades, em que algumas são completamente diferentes do que havia anteriormente.

Em baixo iremos colocar a lista total das novas unidades já divididas pelos 4 novos battlegroups:

Aliados

  • 4th Armored
    • M18 Hellcat M12 GMC
    • M30 Cargo
    • Bantam
  • 1st Special Service Brigade
    • Hellcat I Wildcat V
    • Morris LRC
    • Seafire L.III
    • Commando Kiefer
    • Royal Marines Commando
    • Seafire F.III
    • 6 Comando
    • 30 Assault Unit

Eixo

  • 16. Luftwaffen-Felddivision
    • Flakzwilling 43 NAG Flak Drilling
    • NAG Flak 37mm
    • FT-17
    • FT-31
    • Flakpanzer Bren
    • UE 630(f)
  • 9. Panzer
    • Panzer I CSdKfz 263
    • Panzer II L Luchs

Todos os battlegroups têm novidades interessantes embora, na minha opinião, o eixo tenha recebido melhores unidades. No entanto, os aliados receberam o novo avião de reconhecimento que, ao contrário dos anteriores que rondavam uma velocidade de cerca de 175 km/h, conseguem chegar a uma velocidade mais de 3 vezes superior, 625 km/h, o que os torna bastante mais ágeis.

No caso do Eixo temos dois battlegroups que fiquei a gostar imenso deles, embora por razões diferentes. Começando pela 16. Luftwaffen-Felddivision está carregada de infantaria mais fraca que o normal, mas não, por isso, menos útil. Tem ainda uma enorme quantidade de tanques pré-guerra, incrivelmente baratos, mas excelentes contra infantaria.

steel_division_second_wave_battlegroup

São ainda bastante fortes em armas anti-aéreas, algumas que atacam também alvos no chão, e em aviões para todos os gostos e feitios, incluindo o meu favorito, o Beo.Storch, um avião que pede bombardeamento de unidades fora do mapa.

No que toca ao 9. Panzer tem dois tanques extremamente ligeiros, o Panzer II com uma arma mais poderosa de 20mm para lutar contra outros tanques, e o Panzer I com uma arma de 7.92mm, mais ligeiro e mais rápido, melhor contra infantaria e veículos não blindados.

Conclusões

Second Wave aparece como um DLC para o Steel Division: Normandy 44 com um preço extremamente baixo e também poucas funcionalidades novas. Embora o conteúdo seja muito reduzido, até porque o novo modo de jogo chega como actualização gratuita para este lançamento, o que existe garante mais liberdade e permite explorar novas hipóteses e novas estratégias.

Embora tenha poucas novidades, Second Wave vem com um preço bastante baixo

Na minha opinião se gostarem o suficiente de Steel Division vale a pena gastar o preço de compra desta expansão, porque vos dá mais liberdade e 4 battlegroups muito interessantes. Fico, no entanto, à espera de algumas novas mecânicas que penso que são fundamentais para levar este jogo mais além como: campanha em modo cooperativo e battlegroups para a outra grande facção da guerra: União Soviética e os seus aliados.

No more articles