stellaris-synthetic-dawn

Review: Stellaris – Synthetic Dawn

Review dos Leitores0 Votes0
Robots finalmente!
Novas éticas e governos
Jogo mais completo e variado
Algum conteúdo essencial em falta
80
Interessante mas não indispensável

Não muito tempo depois da Paradox Interactive ter lançado a primeira expansão para o Stellaris, chega um novo pack de história que permite fazer algo que já era pedido há algum tempo, jogar com civilizações totalmente robóticas. Esta expansão chama-se Synthetic Dawn e admito que a primeira ideia parecia demasiado simples para poder ser uma expansão bem sucedida no já grande mundo do Stellaris.

Synthetic Dawn chega para nos deixar criar o nosso império de robots

Como já é habitual nos packs de história lançados por esta produtora, o seu custo é mais reduzido que as expansões principais (10€) mas também traz notoriamente menos conteúdo. Isso não quer dizer que o Synthetic Dawn não valha a pena, até porque trás algumas possibilidades muito interessantes, quer nas civilizações com que podemos jogar, mas também naquelas que iremos encontrar num jogo.

O Império das Máquinas

A partir de agora vamos poder ser um civilização totalmente mecânica. O que é que isso significa na realidade? Em primeiro lugar, na criação da nossa espécie temos algumas opções novas, mas que parece que ficaram apenas completadas em parte. Existem 9 possíveis aparências, excluindo as diferenças em termos de cor, o que é um número razoável.

Foram ainda adicionados 3 tipos de nomes para os nossos líderes, como já tinham todas as espécies. Em relação aos traits existem alguns novos que apenas fazem sentido para estas criaturas e os que já existiam têm agora nomes diferentes. Estas são as alterações que não merecem grande nota porque eram esperadas, mas em seguida vamos analisar as mais interessantes.

stellaris-synthetic-dawn-governo

Começando pelo lado positivo, foi criada uma nova Autoridade: Machine Intelligence, que é basicamente uma versão robótica do Hive Mind. Como se isso não chegasse, existem ainda três variantes da Machine Intelligence que vão definir completamente o rumo da nossa civilização, o que leva à primeira grande pergunta desta nova expansão.

Aniquilar, Assimilar ou Servir?

Estas são as principais 3 funções de Machine Intelligence, embora possam não escolher nenhuma. Podem querer aniquilar todos os seres vivos do universo, ou seja, quando conquistam um planeta apenas podem purgar todos os seres, podem assimilar, em que transformam os conquistados em cyborgs e podem querer servir as espécies vivas, que vos dão bónus dependendo da percentagem que estes forem do vosso total de população.

Machine Intelligence permite fazer tudo desde querer servir todos os seres vivos a querer purgá-los na sua totalidade

Todos têm as suas vantagens e desvantagens e nenhum deles vos garante uma vitória ou derrota certa. É preciso, no entanto, não esquecer que quando jogarem existe a possibilidade de encontrarem estas mesmas espécies algures no espaço. Com tantas novas opções vale a pena ser uma espécie robótica? Isso depende do que quiserem fazer.

Como imaginarão estas espécies não precisam de comida, embora se servirem uma espécie não-robótica irão precisar de a alimentar. Nos outros dois casos não existe esta produção pelo que podem substituir qualquer espaço de produção natural deste recurso por outro, o que é uma grande vantagem. Mas como os robots não funcionam a ar e vento estes têm um custo de manutenção pelo que a produção de energia é ainda mais importante.

synthetic-dawn-stellaris-planeta

Para acabar o lado positivo da criação da nossa espécie existem vozes para o nosso conselheiro com base em alguns governos específicos. É, sem dúvida, uma boa opção poder escolher a voz que nos acompanha ao longo do jogo, até porque não são obrigados a ter a do vosso governo em específico. Depois destas excelentes alterações há algo que me deixou desapontado com Synthetic Dawn.

Cidades e Naves Desaparecidas

É um pouco difícil de entender como, depois de tantas alterações bem feitas neste pack de história, parece que se esqueceram de incluir novos visuais para as cidades e para as naves. Embora entenda que estas espécies podem seguir a arquitectura dos seus criadores, acho que a não adição de novos aspectos para estas duas opções é muito decepcionante.

Não ter novos designs para naves e cidades é muito desapontante

Foi desperdiçada aqui uma excelente oportunidade para dar mais variedade ao jogo, ainda por cima em algo que tenho a certeza não iria ocupar muito tempo de produção, principalmente quando falamos das cidades. O mais interessante é que caso existissem provavelmente ninguém iria falar muito disso, mas quando falta é algo que se nota de imediato.

Pequenas Alterações

O que sobra são pequenas alterações. Como é óbvio vamos poder encontrar Fallen Empires totalmente robóticos. Existem novos eventos, as naves em geral sofreram pequenas alterações para ficarem mais equilibradas e os Awakened Empires, que foram criados para dificultar o jogo na parte mais tardia, sofrerão agora de decadência, o que permite, mais tarde no jogo haver algumas revoluções dos que estiverem dentro dos seus territórios.

Algo mais importante mas que ainda continua com problemas é o comportamento do AI. Desde o início que se notava que este era mais inteligente na diplomacia do que propriamente em combate. Isso continua a ser verdade, talvez ainda mais, porque a diplomacia está ainda melhor e o combate está praticamente na mesma.

synthetic-dawn-stellaris-diplomacia

Isso vê-se notoriamente nas guerras, onde vocês com impérios mais fracos conseguem aguentar-se num jogo do gato e do rato. Por exemplo, consegui aguentar-me e acabar a guerra sem perder nada contra um império bastante mais forte, simplesmente tendo uma pequena frota e alguns soldados para invadir o que me ia sendo conquistado. Com um exército suficientemente bom conseguem não perder planetas e o AI fica extremamente confuso com o que fazer.

Se tiverem um exército bom o suficiente para não vos conquistarem os planetas de imediato o AI fica confuso e sem saber o que fazer

Resumo

Synthetic Dawn não é uma expansão brilhante mas faz o seu trabalho, dando novas opções e criando um jogo cada vez mais variado. Embora eu estivesse céptico em relação a este pack de história, ele conseguiu convencer-me e deu-me muitas horas de diversão como líder das minhas civilizações de robots. A nota final só fica estragada pela falta de algum conteúdo essencial e de alguns problemas que continuam a estar presentes.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Final Score

twenty − twelve =