bUonCq4_Epc

Vimos, recentemente em Berlim, o novo Samsung Galaxy S6 Edge+, e hoje vamos analisá-lo.

Tal como o nome sugere este Edge+ tem como base o Galaxy S6 Edge, que testámos há uns meses, mas com alguns aspetos maiores e melhores.

Design

E o tamanho é a primeira diferença, o ecrã cresceu de 5,1 para 5,7 polegadas e mantém a resolução extraordinária Quad HD e as cores super vivas do painel AMOLED. E neste aspecto nada mais tenho a dizer além de que continua a ser o melhor ecrã que já vi num telefone, e qualquer vídeo ou jogo é muito mais agradável de se ver aqui.

Mas não é perfeito, já que embora o altifalante tenha boa qualidade, o som continua a vir de baixo e seria melhor se estivesse à frente.

A posição do altifalante não é a melhor…

Junto ao LED de notificações encontramos uma câmara de 5 MP, ótima para selfies e com grande abertura, tal como no Edge normal, assim como a câmara de trás de 16 MP, com uma qualidade verdadeiramente fantástica e continua a ser a melhor que já testei, e destaco a grande abertura da lente que permite captar imagens com grande detalhe, mesmo à noite e em ambientes com pouca luz, a possibilidade de filmar em 4K, a gravação em câmara lenta em alta definição a 120 fps e o estabilizador ótico de imagem que evita que os vídeos fiquem tão tremidos.

O botão de menu funciona também como um leitor de impressões digitais, que no entanto não é tão rápido quando o do Huawei Mate S, que analisámos recentemente.

Firmware

Por dentro, corre o Android 5.1 e temos o mesmo processador topo de gama, muito rápido mesmo e que provou ser o Android mais rápido do nosso teste, mas desta vez tem mais RAM, elevando a fasquia do multitasking para quem gosta de ter muitas aplicações abertas, até porque permite interagir com duas em simultâneo, e ajustar o tamanho de cada, uma funcionalidade da máscara da Samsung, que altera o aspeto do Android e acrescenta alguns extras, como a possibilidade de deslizar de lado para ver e aceder às nossas aplicações favoritas e aos contactos mais importantes, em que cada um tem uma cor para quando o telefone estiver voltado para baixo e formos contactados por essa pessoa, vemos uma mancha dessa cor.

Como disse anteriormente, não sei se isto vai ser muito usado, pois voltar o ecrã para baixo é um risco, porque o podemos riscar, no entanto é bom ver a Samsung a tentar formas de aproveitar este ecrã curvo, cuja funcionalidade principal é a estética do telefone, que é importante.

Outro extra da Samsung é o botão de menu que pressionado 2x liga a câmara a partir de qualquer ecrã, quase instantaneamente, o que é super prático.

Bateria e conectividade

Quanto à bateria, está maior e isso reflete-se na autonomia tendo aguentado no teste 11h de Wi-Fi e 4h30 de ecrã, o que é suficiente para um dia de utilização intensiva. E se houver alguma emergência podemos ativar o modo ultra que reduz o telefone às opções básicas e põe o ecrã a preto e branco, conseguindo assim mais um par de horas de autonomia.

E também este S6 é compatível com o carregamento sem fios Qi, tem NFC, mas não tem emissor infravermelhos.

Quanto ao espaço de armazenamento não suporta cartão de memória e a versão de 32 GB está disponível na Vodafone por 780€. A internet móvel é a mais rápida atualmente e está preparado para o futuro 4G LTE Cat 9 com velocidades até 450 mbps.

Vale a pena?

E para quem procura um telefone grande, está é a aposta da Samsung para Portugal, uma vez que o novo Note 5 não vai chegar cá, pelo menos nos próximos meses, o que é uma desvantagem para os utilizadores que se habituaram à caneta, embora em tudo o resto, estes 2 modelos sejam idênticos.

E para concluir este é um grande telefone, em tamanho e em componentes, com o melhor ecrã, melhor câmara e melhor desempenho. Além de que não desilude no som nem na bateria.

Por outro lado, pode ser grande demais, e nesse caso o S6 ou o S6 Edge normal podem ser melhores opções para o dia a dia, já que partilham de quase todos estes pontos fortes e até tem um preço mais acessível. 

E vocês, ficaram convencidos com este Edge+? Acham que é grande demais e por isso preferem os S6 normais? Qual é a vossa opinião?

 

Review Samsung Galaxy S6 Edge+
Melhor ecrã, desempenho e câmara Android!
Pode ser demasiado grande para alguns utilizadoresNão tem as atualizações do Android como os Nexus
96%Overall Score
Design e conforto95%
Ecrã100%
Som90%
Desempenho100%
Bateria95%
Câmara100%
Software90%
Reader Rating 0 Votes
0%
No more articles