Review Razer Blackwidow Chroma, teclado gaming mecânico
Resposta dos SwitchesPersonalizaçãoDeteção de apps ChromaTeclas macro diretas
Um pouco barulhentoNão conta com a deteção de mãosNão incorpora o descansa pulsos
91%Valor Total
Design85%
Personalização90%
Funcionalidades95%
Rendimento95%
Votação do Leitor 1 Voto
91%

Procuramos fazer o máximo de análises de produtos para que possam conhecer o maior número de periféricos gaming possivel a tempo das festividades que se aproximam! Hoje trazemos-vos uma análise do teclado Razer Blackwidow Chroma, um teclado mecânico muito parecido a outra versões que já analisámos aqui na NewEsc, e que vamos ficar a conhecer já em seguida.

Razer Blackwidow Chroma: design

Falar do design do Razer Blackwidow Chroma é como falar dos seus parentes, como o Blackwidow Ultimate 2014, com o qual é bastante parecido.teclado-razer-blackwidow-chroma-newesc

Temos neste teclado mecânico umas dimensões aceitáveis. O corpo é em plástico preto, com um acabado metalizado e com a cobertura de cima a cobrir a base das teclas quase na totalidade.

Este teclado conta com 5 teclas directas de macros do lado esquerdo, algo que é bastante útil, não só para alguns jogos, como também para a troca rápida de perfis de iluminação por exemplo.
teclas-macro-laterales-razer-blackwidow-chroma-newesc

As teclas na fila superior contam com funções alternativas, como a gravação de macros, a tecla de modo de jogo que bloqueia alguns comandos para evitar, por exemplo, sair de um jogo tocando alguma tecla por engano. Podemos aceder a essas funções premindo a tecla FN em conjunto com a tecla correspondente.

O Razer Blackwidow Chroma conta com 5 teclas directas de macros do lado esquerdo, algo que é bastante útil, funcionando como teclas de atalho

A iluminação do teclado é RGB com 16,8 milhões de cores, como é comum em toda a gama Chroma da Razer. Contando como tal com a possibilidade de personalização com diferentes efeitos de luzes. O tom baço da iluminação pelo plástico das teclas é perfeito, nem muito apagado nem demasiado brilhante.

No entanto, não gostámos tanto da iluminação do indicador do modo de jogo e do indicador de gravação de macros, que são muito difusos e com pouca definição, não estando à altura do resto da iluminação do teclado.
iluminacion-estados-razer-blackwidow-chroma-newesc

Quanto às suas dimensões e peso, o teclado tem 475 x 171 x 39 mm, com um peso aproximado de 1,5kg! Não sendo de todo um teclado leve, e chato para carregar de um lado para o outro com este peso. Mas mesmo assim, é algo comum em teclados mecânicos completos.

Vendo as partes laterais do Blackwidow Chroma verificamos que o seu cabo USB, que é trançado e de boa qualidade, tem duas saídas USB para o PC. Isto servirá para que possamos ligar o rato directamente numa porta USB no teclado, para uma maior comodidade. Além disto, podemos ver também que este conta com dois conectores de áudio com jack 3,5mm, um para saída de áudio/auriculares outro para o microfone. conectores-laterales-razer-blackwidow-chroma-newesc

Estas ligações também estão no cabo que sai do teclado, além dos dois USB, para ligar ao nosso computador.

Temos no teclado uma porta USB e dois conectores de áudio para facilitar a conectividade dos restantes periféricos!

Funcionalidades

É altura de vos falar-mos das funcionalidades do Razer Blackwidow Chroma. E após vários dias de uso intensivo, não temos nada de mal a dizer sobre este.

Como já devem saber, a Razer equipa a maioria dos seus teclados mecânicos com os seus próprios switches, como é o caso deste Blackwidow Chroma, e a qualidade de resposta é bastante boa até.

A versão que testamos conta com switches verdes, Razer Green, inspirados nos Cherry MX Blue. Ou seja, contam com uma pressão de ação de 50g, com um ponto de ação um pouco mais alto que os Cherry.

Os switches Razer Green inspiram-se nos Cherry MX Blue, com uma resposta muito boa, com uma pressão de ação de 50g

Isto faz com que seja muito cómodo no momento de jogar, uma vez que fazer dois cliques de uma tecla é bastante rápido. Por outro lado, não é incomodo escrever, como acontece por exemplo no Corsair K70 Rapidfire, no qual muito facilmente pressionamos outras teclas sem querer devido à sensibilidade das mesmas.
detalle-switch-razer-blackwidow-chroma-newescTemos de destacar o facto deste teclado contar com teclas macro dedicadas, do lado esquerdo como já referimos, o que é muito bem vindo para que não tenhamos tanta necessidade de combinar teclas para obter certas funções.

Como é habitual, o teclado não conta com qualquer detector de proximidade que acenda a sua iluminação automaticamente com o aproximar das mãos. Também não inclui um suporte para os pulsos, o que seria algo a pensar, mesmo que seja um suporte que dê para remover.

Resumindo, temos um teclado muito cómodo e com uma excelente resposta, um pouco ruidoso, como quase todos os teclados mecânicos, mas simples e prático de se usar.

Software com muita personalização

Como é habitual nestes teclados Chroma da Razer, não podemos deixar de falar do software de personalização que serve de suporte a eles, Synapse que é o centro de comando para todas as configurações, teclas e iluminação.

Neste caso, Synapse permite-nos configurar a iluminação e efeitos ao nosso gosto, criando perfis distintos com as diferentes opções de cores e efeitos. Além disso, permite-nos configurar o modo de jogo e as macros a usar, de uma forma bastante intuitiva.

Recomendamos-vos que testem as aplicações com suporte da Chroma, em especial jogos que controlem a iluminação destes dispositivos, adaptando-a à acção no jogo, como acontece em Overwatch!

Packaging

O empacotamento do teclado Razer Blackwidow Chroma é muito semelhante a outros elementos da mesma família. Trata-se de uma caixa escura com a imagem do teclado impressa nela em destaque, com uma pequena abertura para vermos as teclas.

É uma ideia de apresentação original e prática da Razer que permite aos interessados testar a resposta das teclas antes da compra do mesmo!

E claro, são os elementos típicos e irreconhecíveis da marca, desde o verde característico, um ‘verde Razer’, e o símbolo dela. Contamos também com a descrição das características principais do teclado. packaging-razer-blackwidow-chroma-newesc

No interior da caixa temos o teclado, bem protegido com uma cobertura de plástico, e por baixo dele uma nota de agradecimento da Razer, acompanhado de um manual de informação básica e os habituais autocolantes do logo da Razer.

De qualquer forma, não há forma alguma de vos fazer passar a qualidade da iluminação da linha Chroma, só ligando o teclado e a ver pelos próprios olhos ao vivo. As fotos presentes neste artigo não são de todo o ideais, mas não podemos fazer melhor para vos mostrar a qualidade da iluminação.

Vale realmente a pena?

O teclado Razer Blackwidow Chroma vem completar a família de teclados Blackwidow da Razer na linha Chroma, que já conta com vários modelos mesmo. Conta com uma iluminação RGB completamente personalizável, com teclas macro dedicadas, portas USB e conectores de áudio… é sem dúvida alguma um teclado a recomendar, se estiverem a pensar em substituir o vosso.

Gostamos bastante da experiência com ele, principalmente do nível de resposta dos seus switches, e que o nível de ruído destes não seja demasiado alto quando comparado com outros teclados mecânicos. Quanto a design, preferimos o corpo metálico e teclas de maior perfil do seu irmão Blackwidow X Chroma. Contudo, sem dúvida alguma que este conta com algumas vantagens enormes para um gamer, como as teclas macro!
detalle-teclas-razer-blackwidow-chroma-newesc

Quanto a preços, o teclado Razer Blackwidow Chroma ronda os 175€, não se tratando portanto de um teclado barato. Ainda assim, olhando à gama em que se insere, estamos a falar de um dispositivo que dará para muitos anos de serviço, e que aguentará sessões intensas de jogo sem problemas.

Um companheiro que estará à altura das exigências a qualquer momento.