nexus 6P capa

Review Huawei Nexus 6P – Elegante e Quente

O Nexus 6P da Huawei foi um smartphone que me cativou bastante quando visitei o stand da marca no MWC. Possuía um design bastante elegante e uma câmara com qualidade acima da média, pelo que fiquei contente quando recebemos um destes terminais para análise. Tendo utilizado o 6P durante pouco mais de uma semana, a minha experiência foi bastante positiva, com alguns pontos menos positivos que falarei mais à frente.

nexus6P 1

Design do Nexus 6P

À primeira vista, o Nexus 6P é um dispositivo com um aspecto bastante agradável. Possui um ecrã relativamente grande, corpo em metal, linhas elegantes e é bastante fino. Pessoalmente, houve alturas em que ficava largos segundos a apreciar o seu design, enquanto estava na minha secretária.

Mais detalhadamente, possui um ecrã de 5.7 polegadas, que sinceramente achei um pouco exagerado, a 1440×2560 pixels (~518 ppi), protegido por um Corning Gorilla Glass 4, AMOLED que lhe proporciona cores bastante vivas e um peso de 178 g.

Nexus6P2

O seu design está em concordância com aquele que parece ser o novo standard dos terminais high-end da Huawei, tendo algumas parecenças com o Mate 8 e o novo P9. Possui ainda o bastante útil leitor de impressões digitais na parte de trás, que além de oferecer mais uma opção de segurança, torna mais cómodo o acto de desbloquear o ecrã. Possui ainda entrada USB Type-C e slot para cartão Nano-SIM.

“À primeira vista, o Nexus 6P é um dispositivo com um aspecto bastante agradável. Possui um ecrã relativamente grande, corpo em metal, linhas elegantes e é bastante fino”

Ecrã e Som

Como disse acima, achei o ecrã de 5.7 polegadas um pouco exagerado, acredito que acima das 5.5 polegadas se torne mais complicado utilizar a máquina com apenas uma mão, que é o comum em smartphones. Além disso, um ecrã maior implica mais peso e mais consumo energético, além de reduzir a densidade de pixels, tornando a imagem mais diluída, mesmo que a resolução seja bastante alta, como é o caso do 6P.

Não obstante, o facto de combinarmos um ecrã AMOLED de 16 milhões de cores com uma resolução de 1440p, significa que podem apreciar conteúdos em alta definição com uma qualidade bastante acima da média.

Nexus6P3

Relativamente a reprodução de som, cumpre bem a sua função e, apesar de não ter um altifalante tão poderoso como por exemplo, o Asus Zenfone 2, não senti qualquer problema em ouvi-lo em situações de muito barulho, inclusive com auscultadores.

CPU, Armazenamento e SO

Sendo o Nexus 6P um terminal high-end, seria de esperar que dentro dele encontrássemos alguns componentes relativamente poderosos. De facto, em termos de CPU, temos um Cortex-A53 Quad Core a 1.55 GHz e um Cortex-A57 Quad Core a 2GHz a funcionar numa arquitectura big.LITTLE, bastante comum em processadores da ARM, montado num chipset Snapdragon 810, que tem integrado uma GPU Adreno 430, pelo que não devem ter grandes problemas com jogos mais exigentes.

Nexus6P4

Relativamente ao armazenamento, o dispositivo que testei possuía 64 GB, o que é bastante bom, tendo em conta o facto de não ser possível utilizar cartão SD, se bem que existem ainda versões de 32 e 128 GB. Tendo em conta o tamanho das fotos que são tiradas pela câmara do 6P, se gostam de reproduzir conteúdos multimédia e tirar bastantes fotos, talvez queiram optar pela versão de 64 GB no mínimo. Possui ainda 3 GB de RAM LPDDR4, o que lhe confere uma fluidez bastante boa, mesmo quando estão a fazer multitasking.

“Sendo o Nexus 6P um terminal high-end, seria de esperar que dentro dele encontrássemos alguns componentes relativamente poderosos.”

Instalado no terminal vem o Android 6.0.1 Marshmallow, mas se estiverem interessados, podem testar o novo Android N. De resto é aquilo que se pode esperar de um Android puro, com as aplicações da Google todas à mão e sem milhentas aplicações third party instaladas.

Bateria e Câmara

Enfim, aquilo que não gostei nada no Nexus 6P, a bateria. Apesar de possuir uma carga bastante boa de 3450 mAh, infelizmente, dado o tamanho e resolução do ecrã, impede que a sua duração seja maior. Esta menor duração deve-se, muito por culpa, do fast charging.

De facto, é muito bom que seja possível carregar o dispositivo numa hora, no entanto, dado o facto de que muito provavelmente vão utilizá-lo para multimédia, Internet e outras aplicações mais pesadas, é melhor que andem com o carregador dele convosco, ainda para mais sendo a entrada USB Type-C, que é ainda bastante incomum na maioria dos computadores.

Podem fazer o download destas imagens sem qualquer compressão neste link

Existe ainda outro problema, que na minha opinião é o ponto mais negativo do Nexus 6P, o aquecimento. Basta estarem entre 10 a 15 minutos a navegar na Internet, vão começar a sentir o ecrã a aquecer, ao fim de 30 minutos o telemóvel parece quase uma chapa para grelhar bifes. O facto do seu corpo ser em metal não ajuda, pois o calor espalha-se de forma uniforme e mais facilmente por todo o dispositivo. Isto seria bom no inverno para aquecer as mãos, mas no verão a conversa muda de tom.

Relativamente à câmara, fiquei bastante satisfeito com a qualidade das fotos em termos de cores e diferentes tipos de iluminação. A câmara traseira é de 12 Mpx com abertura f/2.0, uma frontal de 8Mpx com abertura f/2.4. Tendo as fotos um tamanho médio de 4MB, se tiram muitas fotos tal como disse acima, talvez queiram optar pelas versões com mais armazenamento.

“Basta estarem entre 10 a 15 minutos a navegar na Internet, vão começar a sentir o ecrã a aquecer, ao fim de 30 minutos o telemóvel parece quase uma chapa para grelhar bifes”

Performance Gaming e Benchmarks

Como referi acima, as especificações permitem que possam correr jogos mais pesados sem grandes problemas de fluidez. O único senão, é o aquecimento que vos impede de jogar durante períodos superiores a 30 minutos dependendo, claro, do jogo. Por exemplo, consegui jogar o emulador do Game Boy Advance durante aproximadamente 45 minutos antes de ter de fazer pausa. Já o Modern Combat 5, não consegui mais de 20 minutos.

Nos benchmarks, conseguiu uns satisfatórios 85164 no Antutu, que o coloca bem no topo da tabela. Obteve ainda, no Geekbench, 1342 em Single-Core e 4987 em Multi-Core e ainda 4471 no PCMark.

Dia-a-Dia

Smartphones com ecrãs grandes são sempre bastante bons para reproduzir multimédia enquanto se deslocam nos transportes ou para navegar na Internet, sem as desvantagens de tamanho de um tablet ou de um portatil e, o Nexus 6P, inclui-se sem dúvida nessa categoria. O facto de vir com um Android mais “limpo” que a maioria é por um lado incómodo pois têm de ser vocês a procurar aplicações para gerir o vosso sistema operativo, ou fazê-lo à mão, mas por outro ficam com muito mais RAM de sobra, o que nunca é mau.

Mais uma vez as únicas coisas que impedem este smartphone de ser um melhor companheiro do dia-a-dia é a pouca duração da bateria e o seu aquecimento.

Conclusões

Fiquei bastante satisfeito com o Nexus 6P, é um smartphone rápido e elegante.

Não fosse o problema de aquecer tanto e a bateria durar tão pouco tempo, seria uma opção bastante viável no universo dos High-End. Infelizmente estes dois problemas juntamente com o facto do preço da versão de 64 GB ser superior a 700€, faz com que talvez queiram pensar duas vezes antes de adquirirem este dispositivo.

Ecrã
81
Bateria
70
Câmara
86
Som
80
Design
92
Software
85
Performance
90
Review dos Leitores1 Vote
86
Design Premium
Boa Performance
Boa câmara
Carregamento Rápido
Problemas de Aquecimento
Pouca duração da bateria
Preço pouco competitivo
83

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Ecrã
Bateria
Câmara
Som
Design
Software
Performance
Final Score