Review Huawei Mate 8 – Um dos reis do Android

Neste artigo mostramos-te a nossa review do Huawei Mate 8, um dos Android mais potentes do mercado e um dos mais grandes da Huawei.

Eis que analisamos mais um smartphone da Huawei, neste caso o seu topo de gama Mate 8. Talvez se lembrem da análise ao Nexus 6P, com o qual fiquei bastante satisfeito, tirando alguns problemas de aquecimento. Será que o Mate 8 consegue colmatar alguns dos defeitos do Nexus 6P? Pois vejamos.

Design do Mate 8

Tendo sido lançado em novembro de 2015, o Mate 8 segue um pouco aquele que foi o standard do design que a Huawei adoptou nos terminais que tem lançado desde então.

Mate8 1

Temos assim um corpo em metal, leitor de impressões digitais por baixo da câmara traseira, colunas na base e um enorme ecrã de 6 polegadas. Curiosamente é um dispositivo bastante ergonómico e fácil de manusear e, dada a dimensão do seu ecrã, mesmo assim dei-me melhor com o Mate 8 que com o Nexus 6P, que tinha um ecrã ligeiramente menor.

O seu vidro é protegido por um Corning Gorilla Glass 4, que já vimos noutros modelos e possui dimensões de 157.1 x 80.6 x 7.9 mm, com um peso de 185 gramas.

Ecrã e Som

Em termos de ecrã, acho que poderia ter uma resolução ligeiramente maior, 1440p como o Nexus 6P, visto que tem hardware e bateria suficientemente robustos para aguentar com tal resolução, quiçá maior ainda.

O facto de ter um ecrã 1080p de 6 polegadas, implica que a sua densidade de pixels seja menor, neste caso 360 ppi, num rácio screen-to-body de 78%, que é bastante bom, tendo em conta que a maioria anda na casa dos 60’s.

Mate8 3

O ecrã de 6 polegadas do Mate 8 coloca-o na categoria de phablet, tal como o Nexus 6P, que o torna ideal para reproduzir conteúdos multimédia enquanto viajam, sem o inconveniente de tamanho de um tablet ou computador portátil.

Possui um altifalante bastante poderoso, que até chega a tremer nas vossas mãos

CPU, armazenamento e OS

Sendo um topo de gama, é de esperar umas especificações bem generosas. De facto, o Mate 8 vem equipado com um Quad Core Cortex A72 a uns fantásticos 2.3 GHz ajudado por um Quad Core Cortex A53 de menor consumo a 1.8GHz, montados num chipset Kirin 950, também presente noutros terminais da Huawei.Mate8 4

Conta ainda com 3GB de RAM, no modelo de 32GB e 4GB, no modelo de 64GB. Para esta análise testámos o modelo de 3GB. Vem ainda equipado com uma GPU Mali-T880 MP4. É ainda possível adicionar um segundo cartão nano-SIM ou cartão SD nesse espaço.

Oferece uma interface bastante limpa e intuitiva ao utilizador, sem menus com aplicações escondidas

Em termos de software, conta com o Android 6.0 instalado, com interface EMUI 4.0 que gostei bastante. Até utilizar o Mate 8, nunca tive nenhum contacto com o EMUI e confesso que me tornei grande apreciador.

Bateria e Câmara

Para poder suportar estas especificações, o Mate 8 vem equipado com uma bateria de 4000 mAh, bastante acima da média, até para smartphones topo de gama. Fiquei bastante contente ao constatar que o dispositivo praticamente não aquece. A única altura em que o notei ligeiramente quente, foi depois de correr 4 benchmarks, o que se compararmos com o Nexus 6P, é um grande salto.

Ainda em relação à bateria, a duração média que obtive foi de 2 dias, mas se não esforçarem muito, devem conseguir aguentá-la 3 ou até 4 dias. Inclui ainda suporte para carregamento rápido até 37% em 30 minutos.

Mate8 2

A câmara também é bastante boa, apesar de não ser tão boa como a do Xperia Z5, que analisei anteriormente, é bastante competente e fluída. O Mate 8 possui uma câmara traseira de 16 MP f/2.0, com uma lente de 27 mm e uma frontal de 8 MP f/2.4, a 1080p.

Performance Gaming e Benchmarks

Com especificações tão poderosas, é de esperar que o Mate 8 se comporte bem durante a maioria dos jogos. Experimentei o Dead Trigger 2, um dos jogos mobile mais usados para testar o poder dos terminais e fiquei bastante agradado com a performance. No Asphalt 8 também se portou muito bem, sempre fluido, algo incomum num jogo tão pesado.

Quanto a benchmarks, corri os diversos testes mais famosos, nomeadamente, Antutu, PCMark, 3DMark Sling Shote Geekbench, tendo obtido 88897, 6400,872 e 1597/5897 respectivamente. Estes valores colocam-no lá no topo dos Smartphones Android, como um dos mais poderosos do mercado.

Dia-a-Dia

O Mate 8 é um bom substituto do típico tablet, se quiserem um dispositivo com um ecrã menor que um tablet comum, mas grande o suficiente que vos permita trabalhar e desfrutar do vosso conteúdo multimédia, sem terem de fazer grande esforço com os olhos.

Em princípio não deverão ter qualquer problema em executar as vossas tarefas e passatempos no Mate 8, sempre com a maior fluidez e simplicidade, muito devido ao fantástico EMUI 4.0.

Conclusão

O Mate 8 foi sem dúvida o melhor smartphone que já analisei. Rápido, fluido, com uma interface fantástica e inesperadamente ergonómico

Se procuram pelo melhor, não procurem mais, o preço do Mate 8 é idêntico à maioria dos topo de gama, mas vence praticamente toda a concorrência.

Ecrã77
Bateria90
Câmara86
Som90
Design90
Software95
Performance95
Reader Rating1 Vote86
Performance
Boa duração da bateria
Praticamente não aquece
Interface extremamente intuitiva e fluida
Resolução do ecrã podia ser maior
89