Review: F1 2018 – Simulação no seu melhor

Reader Rating0 Votes0
Exelente simulador de Fórmula 1
Componente de preparação incomum em jogos de corridas
Excelente imersão e controlos precisos
Sistema de conversação confuso
Grandes Prémios podem tornar-se aborrecidos e repetitivos
85

Dentro do género dos jogos de corridas, um dos mais únicos no que toca a simulação são os jogos de Fórmula 1. Enquanto que a maioria dos simuladores opta por uma experiência mais realista a nível de condução e mecânica, os Fórmula 1 levam sempre isso a um patamar diferente e requerem que conheçam não só as técnicas de condução e configurações de mecânica, mas também os termos técnicos, regras e até um pouco do negócio desta indústria milionária. É nisto que o novo F1 2018 brilha e vos faz sentir como se fizessem parte deste mundo.

O mundo das corridas

O modo principal de F1 2018 é, sem dúvida, o modo carreira. Neste modo poderão criar o vosso personagem e participar em várias temporadas da Fórmula 1, competindo por uma equipa à vossa escolha, com o objetivo de a levarem ao maior número de pódios e vencer o troféu.

Logo após criarem o vosso avatar, são confrontados com uma escolha: por que equipa vão competir? É aqui que F1 2018 se mostra capaz de ser um jogo incrivelmente hardcore e ao mesmo tempo acessível.

A equipa que escolhem tem certos objetivos e exigem uma certa postura da vossa parte. Equipas como a Mercedes ou a Ferrari esperam que estejam sempre no pódio e compitam com a vitória em mente. Também esperam que sejam humildes e capazes de respeitar os adversários. Depois têm equipas como a Williams que não tem não tem objetivos tão pesados e requer uma postura mais arrogante.

Esta discrepância nas equipas não vem sem os seus senãos obviamente. Se forem para uma equipa mais “fácil”, vão ter objetivos mais suaves, mas a vossa máquina terá uma performance mais fraca, enquanto que nas mais “difíceis” é o contrário.

No entanto, F1 2018 não se fica por aqui. Existe muito trabalho para fazer entre e durante cada corrida se querem maximizar o vosso potencial. Têm de estudar as pistas, as condições climatéricas, a temperatura do piso, qual é o melhor tipo de pneus para utilizar, etc.

Depois têm a parte mecânica, que inclui escolher o melhor equilibrio do carro dependendo da pista, visto que vão querer um carro mais pesado se a pista tiver muitas curvas, ou mais leve caso seja mais focado em retas. Isto também influencia elementos como a quantidade de combustível que levam, o que pode significar mais ou menos idas à box para reabastecer, entre muitas outras opções.

Há medida que vão ganhando corridas e o respeito de outras equipas, assim como o da vossa, o vosso valor enquanto competidor aumenta e podem negociar um contrato melhor.

Estes contratos incluem bónus que afetam diretamente a vossa performance em pista, uma vez que podem obter mais upgrades para as vossas máquinas, paragens na box mais rápidas, entre outros. Também podem escolher dois rivais, sendo que um deles é o vosso companheiro de equipa. Se tiverem uma prestação melhor que o vosso rival, podem negociar ainda melhores bónus ou até tomar o lugar como 1º corredor desse rival.

Apesar de ter um impacto relativamente forte caso sejam novatos nestes jogos, ao fim de alguma exploração vão começar a perceber como funcionam estas mecânicas e vão começar a dar aqueles pequenos toques que fazem a diferença.

Corridas para todos

Como disse, F1 2018 é um jogo que, no que toca a corridas, é acessível para novatos e veteranos. Logo quando iniciam o jogo, podem escolher as assistências que querem ligadas, quer por níveis pré-definidos, quer alterando cada uma ao vosso gosto.

Se se consideram veteranos da Fórmula 1, podem ligar o modo profissional que desativa todas as assistências e introduz regras ainda mais restritas nas corridas, para que possam ter a experiência mais realista possível.

Algo bastante importante, que vão aprender à medida que participam em corridas, é a trabalhar com o painel do carro. Este painel inclui informações como a temperatura e desgaste das peças do carro, comunicação de informações para a vossa equipa, mas mais importante, podem definir certas opções que normalmente estão apenas disponíveis na box, mas que ao alterarem durante a corrida podem ganhar-vos alguns segundos preciosos.

Por exemplo a downforce permite que façam melhor as curvas caso se encontre num valor maior, uma vez que aumenta a força vertical nos pneus, permitindo que o carro agarre melhor nas curvas. Mas ao entrar numa reta, podem baixar este valor melhorando a aerodinâmica e, aumentando a velocidade.

Prática leva à perfeição

O modo carreira consiste principalmente em eventos de Grande Prémio e eventos “Invitational”. Estes segundos normalmente requerem que cumpram um certo objetivo numa pista, utilizando um carro pré-definido.

Os Grandes Prémios são os eventos que vos vão dar pontos e a maioria das recompensas, mas também os que dão mais trabalho. É aqui que F1 2018 se torna um pouco monótono.

Um Grande Prémio é composto por 3 fases: 3 corridas de treino, 1 corrida de qualificação e a corrida principal. As corridas de treino permitem-vos conhecer as pistas e treinar as partes mais difíceis, de forma a que consigam otimizar a corrida ao máximo. Cada treino tem a duração de 20 minutos e podem ir à box quando quiserem para alterar a configuração do carro, pneus, quantidade de combustível, etc., de forma a conseguirem obter o melhor tempo possível.

Convém participarem em cada treino, uma vez que podem ocorrer mudanças de temperatura ou chuva, que tornam a corrida em algo totalmente diferente e terão de mudar a configuração do carro. Ao chegarem à qualificação, terão de fazer o melhor tempo possível, uma vez que vai determinar a vossa posição na grelha de partida. A corrida envolve escolherem uma estratégia de paragens na box, sendo que o número de voltas influencia estas paragens.

O que torna estes eventos em algo mais aborrecido, é o facto de terem de repetir a mesma volta dezenas de vezes. Se fizerem tudo até ao fim, vão perder cerca de uma hora apenas nos treinos. A qualificação é rápida, entre 1 a 3 voltas, se jogarem com as opções pré-definidas de dificuldade, mas a corrida pode ir entre 11 a várias dezenas de voltas, algo que pode durar entre cerca de 20 a pouco mais de uma hora, dependendo da pista. Isto significa que no pior caso, podem demorar bem mais de uma hora a completar cada Grande Prémio.

Cada corrida em F1 2018 deixava-me relativamente cansado, mas no bom sentido, uma vez que a quantidade de concentração necessária é bastante superior normal para outros jogos de corridas. Felizmente, seguindo a moda dos jogos de corridas atuais, existe um botão de flashback nas menores dificuldades, que permite voltar uns segundos atrás caso cometam um erro.

Sistema de recompensas interessante

Há medida que vão competindo, vão receber pontos de recursos. Estes pontos permitem que desenvolvam novos upgrades para a vossa equipa, assim como melhorias na qualidade das peças, tornando-as mais eficazes e fiáveis.

Ao longo da carreira, vão ser alvos de entrevistas por parte da imprensa e têm de responder a certas perguntas. Estas perguntas podem influenciar as várias componentes da vossa equipa, incluindo a vossa postura, reputação com a vossa e outras equipas mas, igualmente importante, pode aumentar a moral dos responsáveis pelas peças.

Caso vos perguntem como correu o treino, podem dizer coisas como “achei o carro muito rápido”, “acho que os pneus estavam bem alinhados”, ou “a aerodinâmica podia melhorar e ajudar a ganhar alguns segundos”. Estas repostas vão fazer com que a moral da equipa aumente e possam desbloquear melhoramentos de graça. Neste caso, a 1ª resposta faria a equipa responsável pelo motor contente, a 2ª aumentaria a moral da equipa dos chassis e a 3ª faria a equipa da aerodinâmica melhorar a qualidade e propor alterações à aerodinâmica do carro.

Cada upgrade que fazem demora algum tempo a ser feito, sendo que a moral da equipa também vai influenciar o tempo que este demora a concluir. Têm de ter cuidado e verificar os emails regularmente, visto que podem ocorrer mudanças no regulamento que podem impedir que equipem um certo upgrade, pelo que querem evitar gastar pontos de recurso desnecessariamente.

Relativamente às entrevistas, apesar do sistema ter um bom fim, podia ter sido melhor feito. Apesar de termos 4 escolhas, apenas temos 10 segundos para ouvir a pergunta, ler as respostas e escolher a que mais nos convém. O problema é que algumas respostas são bastante grandes e ter mais que uma, pode levar a que tenham de escolher alguma resposta ao calhas. Na minha opinião, o temporizador seria removido, visto que não estamos num jogo cujas vossas escolhas num momento mais tenso possa influenciar o caminho que a história segue, pelo menos não de forma minimamente significativa.

Gráficos, som e performance

Joguei F1 2018 na PS4 normal e, apesar de certos cenários estarem ligeiramente borrados, talvez devido ao AA utilizado ou motion blur mais carregado, o jogo ainda possui um excelente aspeto e corre bastante bem, mesmo durante a chuva, com vários carros em pista.

Apenas não gostei de duas coisas: a câmara do capacete, uma vez que os novos protetores existentes nos carros tapam bastante a visão e a súbita queda de performance durante as entrevistas. Estar durante vários minutos focado numa experiência a 60 fps, para subitamente passar para 30 fps faz arder os olhos e o meu médico confirma que não é bom para a saúde.

Quanto ao som, é sublime, cada câmara mostra um som diferente da corrida e cada um mais espetacular que o anterior. Com um bom sistema de som, os vossos vizinhos pensam que estão haver corridas no autódromo do Estoril.

Conclusão

F1 2018 é um excelente jogo de Fórmula 1. Enquanto simulador acerta em todos os pontos que lhe competem, enquanto jogo de corrida consegue ser acessível a toda a gente, mesmo que para os jogadores mais novatos ou casuais tenham perder algum tempo a explorar todas as opções.

Se não jogam há alguns anos ou nunca jogaram um jogo de Fórmula 1, este é um excelente título para começar. Caso joguem todos os anos, não verão um salto muito significativo em relação ao jogo do ano passado.

More Stories
nintendo-switch
Esta é a nova Nintendo Switch – Com preço!