CrimeHotelLisboa Cover

Review: Crime no Hotel Lisboa para Nintendo Switch – Cultura Portuguesa no vosso bolso

O Melhor
História intrigante e divertida
Excelente port para a Nintendo Switch
O Pior
Comandos nem sempre respondem bem nas entrevistas
80

Inspector Zé e Robô Palhaço em: Crime no Hotel Lisboa (o nome completo do jogo) é provavelmente o jogo português que mais deu que falar nos últimos anos, pela forma como retrata a cultura do nosso país nas décadas de 80-90, pela história intrigante e piadas da época que nos leva a uma sensação de nostalgia que mais nenhum outro jogo consegue.

Apesar de ter o jogo no Steam já há bastante tempo, nunca o tinha jogado e portanto, quando surgiu a oportunidade de o testar na Nintendo Switch achei que era a altura de finalmente jogar esta pérola e, o jogo é tão bom como pensei que seria.

Um crime perfeito (?)

A história de Crime no Hotel Lisboa segue as aventuras do Inspetor Zé e o seu Robô palhaço, que tentam desmascarar o mistério que envolve um cliente do Hotel Lisboa que apareceu morto no quarto com 14 facadas nas costas e uma carta de suicídio.

Esta investigação vai levar os dois companheiros a conhecer vários personagens coloridos que (muito) provavelmente estão envolvidos no crime e as suas personalidades lembram bastante o que víamos na TV portuguesa nos anos 90.

A forma como temos de investigar está bastante interessante, uma vez que temos de explorar os vários cenários à procura de pistas, para que as possamos usar em entrevistas com os suspeitos.

Cada entrevista é composta por 3 fases e em cada uma temos de combinar um argumento com uma das pistas que encontramos e, podemos escolher entre o Inspetor Zé ou o Robô palhaço uma vez que cada um possui abordagens diferentes da mesma pergunta.

O jogo possui ainda montes de easter eggs e referências à cultura portuguesa da época, seja pelos jogos presentes nas arcadas ou os pósteres nas ruas, as roupas das pessoas entre muitas outras coisas. Tudo acompanhado por uma excelente banda sonora.

A história pode ser terminada em cerca de 8h e ainda existem várias missões secundárias que podem concluir e acrescentam mais umas horas à experiência e considerando que esta versão custa 10€, diria que é bastante valor para uma boa tarde de diversão.

O tipo de jogo perfeito para a Nintendo Switch

Este tipo de jogos de aventura point and click são para mim, um dos géneros perfeitos para serem jogados em viagens.

Apesar de poderem usar os Joy Con para jogar este jogo, achei os controlos demasiado lentos para jogar um jogo deste estilo. Assim, usei os analógicos para mover o personagem e tudo o resto fiz com a ajuda do touch screen da Nintendo Switch.

O jogo está muito bem otimizado para este tipo de controlos e não é muito diferente de usar um rato ou teclado, que geralmente é a plataforma de eleição para este tipo de jogos. Além disso ainda têm a vantagem de o poder levar para todo o lado.

O jogo também corre muito bem uma vez que não é propriamente um colosso gráfico, mas esse também não é o objetivo.

Conclusões

Crime no Hotel Lisboa foi um jogo que adorei jogar, a intriga deixou-me curioso mas as piadas agarraram-me completamente especialmente jogando com a língua em português, porque quem é psicopata ao ponto de ser português e jogar com isto em inglês certo?

É um jogo que claramente recomendo se tiverem uma Nintendo Switch e nunca o jogaram e garanto que não se vão arrepender.

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Design
Ecrã
Performance
Autonomia
Autonomia e alcance
Câmaras
Ecossistema
Qualidade/Preço
Ergonomia
Audio
Micrófono
Personalização
Video
Fotografia
Conectividade
Final Score