asus-zenfone-2-

Review Asus Zenfone 2 ZE551ML

Chegou às nossas mãos o Asus Zenfone 2 ZE551ML, lançado em Janeiro de 2015, que compete com os terminais topo de gama mais conhecidos, tendo como armas as suas especificações acima da média, por um preço abaixo da média.

Muitos de vocês já tiveram de certeza algum contacto com equipamentos da Asus, mais propriamente com os portáteis, portanto sabem que têm uma qualidade de construção, costumam ser bastante eficientes e não aquecem muito e, ainda, vêm com aplicações first party bastante úteis, para que possam gerir os recursos mais facilmente.

Foi com esta mentalidade que o Zenfone 2 foi construído e isso verifica-se logo quando vemos o design da máquina.

Zenfone 2

 

Design do Asus Zenfone 2

Começando por aquilo que salta imediatamente à vista: o design.

O Zenfone 2 vem com um ecrã de 5.5 polegadas, rodeado por uma moldura relativamente fina, oferecendo um rácio screen-to-body de 70,8%,. É protegido por um Corning Gorilla Glass 3, pelo que é resistente a quedas (se bem que não é muito aconselhável atirar o telemóvel ao chão de propósito). A sua capa traseira é feita em plástico escovado, que o torna rugoso e lhe confere um ar bastante premium. Além disso, tem uma capa curva, o que associado ao efeito rugoso, faz com que a luz reflicta, dando-lhe um certo brilho.

Mesmo com a capa curva, é um telemóvel bastante fino, com 10,9 mm de espessura, o que o torna bastante elegante e fácil de guardar no bolso.

 

asus-zenfone-2

Para interacção com o utilizador, vem com os 3 botões capacitivos comuns na maioria dos telemóveis atuais. Um botão no topo para ligar e desligar o telemóvel ou bloquear o ecrã, e ainda dois botões de volume, situados na parte traseira do telemóvel por baixo da câmara, para um acesso mais intuitivo das suas funcionalidades.

Pessoalmente não gostei muito da localização do botão de power, talvez por culpa do tamanho do ecrã, se bem que o facto de parecer preso, como se estivesse estragado, seja o seu principal problema. A posição da coluna também não é a mais indicada e, apesar de não ser tão má como os telemóveis que a têm mesmo por baixo, como no caso dos BQ, ainda é possível tapar o som quando o usamos na horizontal.

 

Zenfone 2 back cover

Ecrã e Som

O ecrã de 5.5 polegadas, torna o Zenfone 2 num telemóvel bom para se usar como centro de multimédia portátil. É bom para jogar, ver filmes ou ler sem que tenhamos que focar muito os olhos. A resolução é de 1080*1920 e o painel IPS permite cores bastante vivas, que associadas ao brilho relativamente alto do ecrã, facilita a sua utilização em ambientes com muita luz.

Relativamente ao som, foi uma das coisas que mais me impressionou no Zenfone 2. As colunas conseguem reproduzir o som com um volume bastante alto (ao ponto de fazer tremer um pouco a mesa), mas com os headphones ligados é que se atinge o verdadeiro potencial. Geralmente gosto de ouvir a música bastante alta, mas com este menino é praticamente impossível ter o som no máximo, mesmo nos transportes públicos. Portanto, se gostam de um telemóvel com boa qualidade de som, fica aqui um ponto positivo.

 

CPU, armazenamento e SO

O Zenfone 2 vem equipado com um Intel Atom Z3580 Quad Core a 2.3 GHz, 4 GB de RAM e 32GB de memória interna. Têm ainda o modelo de 2GB com um Z3560 Quad Core a 1.9 GHz e versões com 16 e 64 GB de memória interna. A sua GPU é uma PowerVR G6430 que também marca presença no IPhone 5S.

Quando falava nas especificações acima da média era disto que falava. A maioria dos telemóveis Android vêm equipados com chipset Snapdragon ou Mediatek, mas a Asus decidiu equipar o Zenfone 2 com um Intel de 64 bits, algo incomum neste tipo de equipamento. A sua frequência também é acima da média, quando a maioria varia entre 1.8 e 2 GHz. A quantidade de memória RAM também é um ponto positivo, com 4GB a garantir que a vossa máquina não se vai engasgar quando tenha muitas aplicações abertas.

E de facto a performance nota-se. O telemóvel inicia rapidamente e é possível trocar de aplicações rapidamente sem qualquer atraso sendo, por isso, uma experiência bastante fluída.

Apps in Zenfone 2

 

Os 32GB de armazenamento interno dão bastante jeito, tendo em conta que muito provavelmente vamos instalar bastantes jogos ou guardar filmes e séries, pelo que é recomendado bastante espaço. Além disso ainda podem instalar um cartão SD para expandirem ainda mais este espaço.

Relativamente ao sistema operativo, vem com o Android 5.0 (Lollipop), com possibilidade de atualizar para a versão 6.0 e bastantes aplicações Asus. Entre elas, um gestor de energia que permite alterar o plano energético, de forma a maximizar a vida da bateria desativando recursos mais pesados, se escolhermos poupança de energia, ou podemos sacrificar o tempo que temos de bateria em troca de mais performance.

Outra aplicação bastante útil permite gerir os programas que são abertos quando ligamos o telemóvel, o que altera a velocidade a que o telemóvel fica pronto quando o ligamos. Todas estas aplicações pertencem ao ZenUI, que se sobrepõe às funcionalidades do Android e nos deixa organizar os programas de forma muito mais fácil, quase como se fosse uma versão Easy-mode do SO. É praticamente o system-seller deste telemóvel.

Asus ZenUI

Bateria e Câmara

Relativamente à bateria, o Zenfone 2 vem equipado com uma de 3000 mAh, que é bastante boa, apesar da sua duração ser bastante inconsistente. Houve dias em que mal o usei e cheguei ao fim do dia com 50-60% de bateria, e outros em que tive 2 horas seguidas a jogar nele e fiquei com 70% de bateria. De qualquer forma não deixa de ser uma boa performance  já que consegui estar três dias sem o carregar, apenas com utilização normal e o ocasional jogo de 10 minutos quando esperava pelo autocarro.

Em relação à câmara, para mim, foi um misto de opiniões. O Zenfone 2 vem com uma câmara traseira de 13 MP e abertura f/2.0 e uma frontal de 5 MP com igual abertura.

Primeiro, o que gostei na câmara: os modos de fotografia e a qualidade das fotos em baixa luminosidade. O Zenfone 2 vem com um modo que ao detectar a baixa luminosidade, aumenta em 300% o brilho da câmara. Assim, as fotos noturnas vêm como se fosse de dia. Também gostei da qualidade das fotos que tirei a uns apontamentos, que fez com que não precisasse do scanner. A câmara frontal também tem boa qualidade, ideal para os amantes de selfies.

A câmara possui uma espécie de um granulado de fundo, que dá a sensação que as fotos têm menos qualidade que a real. Foi algo que não gostei. Em boas condições de luminosidade, as qualidade das fotos é idêntica à da maioria dos outros telemóveis, pelo que a arma principal da câmara do Zenfone 2 é sem dúvida as fotos em baixa luminosidade.

Performance Gaming e Benchmarks

Nos últimos anos temos visto uma grande evolução nos jogos mobile, especialmente a nível gráfico e portanto decidi experimentar dois dos jogos mais pesados para o hardware que se encontram na PlayStore: Dead Trigger e Modern Combat 5.

modern_combat_5_main-100361315-large

Apesar de alguns soluços ocasionais fiquei impressionado com a fluidez com que consegui jogar ambos os jogos, apesar para mim ser um pesadelo jogar FPS num touchscreen.

Ainda fiz os benchmarks mais conhecidos: PCmark, 3Dmark e Antutu, tendo obtido 11518, 5630 e 55774, respetivamente. Estes valores colocam-no numa boa posição, especialmente no Antutu, apesar de no 3Dmark não ficar bem posicionado. No PCmark, a maioria dos valores para este dispositivo apontam para uma média de 19000, o que é bastante diferente dos 11518 que obtive, mas como os outros testes ficaram em conformidade com o tabelado e benchmarks não são uma ciência exacta, decidi fazer vista grossa a este valor.

Ponto muito positivo para as temperaturas, que mesmo após uma ou duas horas de jogo praticamente não aqueceu.

Dia-a-dia

O Zenfone 2 é um bom aliado para as tarefas do dia-a-dia. Possui espaço para 2 cartões SIM, pelo que só necessitam de um telemóvel se tiverem, por exemplo, número do trabalho.

Dual SIM e 4G

O ZenUI permite-vos organizar as aplicações de trabalho como calculadora, calendário, contactos e mensagens num único atalho, para que possam aceder com um toque, possui 4G, o acesso à Internet é praticamente instantâneo quando ativam a funcionalidade e a coluna facilita que consigam ouvir quando alguém vos telefona. Além disso ainda possui uma vibração bastante alta e se tiverem o telemóvel em cima de uma mesa provavelmente vão-se assustar.

Conclusões

O Asus Zenfone 2 é uma máquina bastante satisfatória, que vos permite combinar trabalho e lazer de forma fluída. O seu preço, aliado às suas especificações, é bastante atrativo situando-se entre os 300 e os 360€.

Ecrã87
Bateria82
Câmara75
Som92
Design91
Software85
Reader Rating4 Votes88
Design elegante
Boa duração da bateria
Coluna de som poderosa
ZenUI
Praticamente não aquece
Qualidade das fotos em baixa luminosidade
Botões capacitivos sem iluminação
Botão de power mal situado
85