Wallpaper Review Acer Predator X27

Review – Acer Predator X27

Tudo num só pacote

O monitor com tudo
O Acer Predator X27 vem com todas as funcionalidades que podem querer num monitor gaming, mas o preço a pagar é caro... muito caro
Design80
Ecrã95
Performance100
Qualidade/Preço75
Audio75
O bom
Todas as funcionalidades que podem querer num monitor
Qualidade de imagem incrível
Bastante fácil de montar e suporte VESA
O mau
Qualidade de som podia ser melhor
Ventoinha constantemente ligada
Difícil acesso aos botões
85
O melhor monitor gaming

Quando procuramos um monitor para o nosso computador, existem sempre alguns requisitos a ter em conta: qualidade do painel e resolução caso queiramos focar-nos mais em edição e multimédia, um monitor rápido de 144Hz ou mais para gaming mais fluido ou algo com uma melhor relação preço/qualidade. O Acer Predator X27 é o exemplo de um monitor que tem tudo para todos os gostos, mas não para todas as carteiras.

Design

A nível de design, o Acer Predator X27 é bastante interessante. Apesar de não possuir um painel extremamente elegante, com da largura de um polegar e ser bastante largo atrás, compensa ao incluir um suporte bem desenhado, capaz de suportar vários ângulos de inclinação e pés finos para evitar ocupar demasiado espaço na mesa. O suporte possui também uma pega para vos ajudar a transportar o monitor, algo que me agradou bastante e não vemos muitas vezes nos monitores.

Também vem com umas palas laterais e superiores que permitem esconder o monitor de luz solar ou proveniente dos candeeiros, de forma a que consigam jogar sem qualquer reflexo incomodativo.

Review Acer Predator X27 base

Seguindo as tendências atuais, o Predator X27 vem também com iluminação RGB, nomeadamente por baixo do monitor e na traseira, com imensos modos que podem alternar tal como Zoom, Discolor que permite trocar entre algumas cores, Breathing, Water Wave ou até fazer as luzes iguais à cor dominante do monitor, um pouco como vemos no Philips HUE.

Algo que vem incluído no monitor, que nunca tinha experimentado é a inclusão de uma ventoinha para refrigeração. Considerando que o painel é 4K, esta ventoinha permite que a temperatura de operação fique mais a par com aquela que vemos num monitor regular, mas possui aquela que para mim é a pior falha neste monitor: não é possível desligá-la, mesmo quando desligam o monitor ou se encontra em modo de descanso.

Review Acer Predator X27 parte superior

Inicialmente pensei que ficasse ligada por uns segundos após desligar para refrigerar o monitor, mas após deixá-lo desligado durante várias horas reparei que ainda se mantinha ligada. Considerando que muita gente, incluindo eu, tem o monitor no quarto, a solução para evitar o ruído incómodo durante a noite é desligar o cabo do transformador (estilo os dos portáteis) que vem incluído para cortar a corrente e desligar a ventoinha.

Outra parte do design que não gostei foram os botões de controlo. A moldura inferior do monitor é bastante larga para os colocar lá, mas a Acer decidiu colocá-los na parte de trás e numa posição onde os botões de atalho simplesmente não valem a pena ser usados, sendo que é preferível fazer tudo pelo joystick. Considerando que o monitor já possui um LED de estado, não entendo como é possível ainda não virem incluídos sensores de infravermelho e controlos remotos em monitores para poder aceder facilmente às definições, especialmente num tão caro como este.

Ecrã

O Acer Predator X27 é o monitor que vem com tudo o que possam querer num monitor: 4K, G-Sync, 144Hz, painel IPS, HDR, 4ms de tempo de resposta e 4 portas USB. É um monitor que encapsula todas as tecnologias que poderão querer para gaming, edição de imagem e video, multimédia, etc.

Existe um paradoxo interessante com este monitor. Por um lado, é um monitor excelente caso tenham uma consola capaz de 4K e HDR como a PS4 Pro ou a Xbox One X e um computador média gama. Isto porque como o monitor é de 27 polegadas mesmo que joguem a 1080p, a densidade de pixels permite que a imagem não fique esborratada, algo que acontece com frequência em monitores maiores.

Review Acer Predator X27

O paradoxo disto advém do facto deste monitor custar sensivelmente 2000€, ou seja, se vão colocar tanto dinheiro num monitor destes muito provavelmente já possuem um computador topo de gama com uma placa gráfica capaz de suportar facilmente o 4K. É que se não têm, com os 2000€ conseguem comprar uma RTX 2080Ti e um monitor 4K com G-Sync de 27 polegadas como o Acer Predator XB27HK e ainda vos sobra dinheiro.

De qualquer forma, o X27 é um daqueles monitores que dá gosto ter na mesa, usar e experimentar tudo o que vem com ele. O painel IPS 4K permite cores verdadeiramente incríveis e brilhantes, com brancos até 500 nits e pretos intensos.

Review Acer Predator X27 design traseiro

Os 144Hz de taxa de atualização permitem grande fluidez na utilização e o G-Sync elimina os efeitos de “estore” das imagens e permite os benefícios do V-Sync, sem a adição de input lag. Após jogar com G-Sync e FreeSync com uma placa Nvidia, posso dizer que G-Sync é claramente superior em termos de fluidez, mas FreeSync ainda assim é uma boa aposta para um monitor mais “budget”.

O efeito HDR também é bastante interessante para gaming, uma vez que torna as cores mais vivas e aumenta a intensidade dos focos de luz, mas acho que em alguns jogos como Anthem ou Destiny 2 o efeito é demasiado exagerado mas ao passar para a PS4 Pro, jogos como Red Dead Redemption, Spider Man ou Metro Exodus parecem absolutamente incríveis a 4K com HDR. A alta densidade de pixels permite contornos bastante afiados dando uma qualidade superior à imagem.

OSD e altifalantes

Outras opções incluem 3 opções de mira que podem colocar no ecrã, sendo que não fiquei muito fã de duas delas e a 3ª é bastante boa. Existem 3 perfis que podem guardar, para trocar rapidamente entre opções de imagem que se adeqúem mais ao conteúdo que querem reproduzir. Podem também definir manualmente a temperatura das cores, a gama de RGB que querem reproduzir em SDR, etc.

O OSD da Acer sempre foi algo bastante fácil de utilizar, o meu XF270H que utilizo no dia-a-dia vem com um semelhante apesar de possuir menos opções, portanto já estava familiarizado com a forma de utilização.

Review Acer Predator X27 design lateral

O Predator X27 vem com altifalantes de 4W incluídos e fiquei bastante desiludido com a sua qualidade. Apesar de ser mais nítido que os que se encontram no meu Acer XF270H que utilizo no dia-a-dia, seria de esperar que um monitor de 2000€ trouxesse altifalantes com som mais nítido, quiçá funcionalidades como Dolby Atmos ou outros sistemas de som. A equalização também é bastante estranha, especialmente a passar para a consola, onde reduzir o nível de som de  100 para 30 praticamente não se nota diferença e abaixo disso reduz drasticamente.

Complementando o pacote, o Predator X27 vem também com cabo HDMI2.0, Display Port e USB para que façam uso das portas USB3.0 existentes no monitor.

Veredito final

Tirando o problema da ventoinha, posicionamento dos botões e a qualidade de som que podia ser melhor, o Acer Predator X27 é de longe, o melhor monitor que já experimentei. Possui todas as funcionalidades que se querem num monitor gaming, excelentes cores e painel para trabalhar com edição e reproduzir multimédia.

No entanto é bastante difícil recomendar a sua compra devido ao preço bastante alto de 2000€. Caso encontrem uma promoção ou esperem mais uns meses, quando o preço for mais reduzido é uma excelente compra e um monitor que vos vai acompanhar e satisfazer por muitos anos.

Sello Recomendado NewEsc

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Design
Ecrã
Performance
Qualidade/Preço
Audio
Final Score