Review do LG V10 – Um smartphone, dois ecrãs?

O LG V10 foi-nos enviado pela LG One Portugal para ser posto à prova, e assim o fizemos. A LG tem lançado no mercado smartphones diferentes das outras marcas, no design principalmente, nos últimos anos temos visto muitos dos seus dispositivos com ecrãs curvos ou até algo ‘flexíveis’ por exemplo.

Lançado no final de 2015, este LG antecede o G5 como o flagship da marca, trazendo para o mercado um smartphone com duas câmaras frontais e…um segundo ecrã, para nos ajudar na organização e visualização de notificações e algumas informações.

Terá sido boa aposta da LG?

Especificações

  • Tamanho: 159.6 x 79.3 x 8.6 mm;
  • Ecrã: IPS 5.7” com 1440 x 2560, ~515 ppi;
  • Processador: Qualcomm MSM8992 Snapdragon 808;
  • Memória RAM: 4Gb;
  • Memória Interna: 32/64Gb;
  • Câmara principal: 16 MP, f/1.8;
  • Câmara secundária: 5 MP Duo, f/2.2;
  • Bateria: 3000 mAh;
  • Conectividade: Wi-Fi, Bluetooth, NFC, LTE;
  • SO: Android 5.1.1 (Lollipop), com atualização para 6.0 (Marshmallow)

Primeiras Impressões e Design

Ora, ao pegar no terminal saltam logo à vista duas das suas principais características. A capa traseira, em silicone, e com alguma atenção, o segundo ecrã no topo, ao lado das câmaras frontais…aliás, três características, contando com estas duas câmaras.

Ora bem, no design do aparelho a LG apostou para a parte da frente com aquilo a que chamou Dura Guard, aço inoxidável categoria 316L, que é mais duro e pesado que alumínio, e isso sente-se, mas sem exageros/desconforto. Esse aço inoxidável vem com uma cobertura de óxido de crómio, que permite no fundo a ‘regeneração’ do mesmo em caso de riscos, até certo ponto claro. Quanto à parte traseira, a designação da tecnologia aplicada é Dura Skin, um material elástico semelhante a silicone mais resistente a riscos que o plástico e alumínio. Com este corpo, não temos o mesmo tipo de bézel fino que vemos noutros smartphones da LG infelizmente.

LGV10 (5)

Com este corpo e os seus 5.7″, é o telemóvel grande na mão, e se não gostam de andar com tal no bolso ou na mão, esqueçam, procurem outro, talvez o Micro X S240 da Posh Mobile, considerado um dos se não O smartphone mais pequeno.

Posto isto, o segundo ecrã no topo parece-me algo bastante interessante, para visualizar as diferentes notificações e as horas, tarefa que já se tornou um tique para muitos e assim evitamos consumir mais a bateria.

Quanto às duas câmaras frontais…

Perguntam vocês? Ora, duas lentes diferentes, uma delas consegue capturar uma imagem ‘mais larga’, algo como efeito ‘fish eye’ se quiserem, dando assim a possibilidade de escolha para selfies, sendo que esta terá um campo maior.

Experiência

No cômputo geral, a experiência foi positiva, sou fã dos ecrãs da LG de grande resolução, neste caso 1440×2560 para 5.7″, a qualidade da imagem permite desfrutar de…bem, tudo, pois o ecrã é a janela que usamos para aceder ao que quer que seja.

No meu caso, um dos maiores usos que dou é como media player mesmo, nos transportes públicos e cerca de duas horas diárias, aproveito o tempo para ver séries, e geralmente com qualidade FHD, tendo tido nisso boas experiências.

Mesmo com a luz do dia, o ecrã porta-se bastante bem!

Como já vimos, em termos de design foge um pouco ao normal, principalmente por culpa da capa traseira e do segundo monitor que lhe dá um aspecto ‘mais alto’. Bem a capa traseira, não sendo algo ‘lindo’, gostei, pois sendo de silicone, pareceu-me dar melhor aderência à mão quando seguramos nele só com uma, ou mesmo com as duas para visionamento de filmes por exemplo.

LGV10 (13)

O segundo ecrã pareceu-me uma boa aposta, servido muito bem o propósito para que é pensado – mostrar informação e notificações, ter alguns atalhos e ver o nome da música que estamos a ouvir mas cujo o nome nunca nos lembramos. Além disso, o ecrã tem o pormenor bonito de ter mostrar o nome da conta google activa no aparelho.

Muito útil o segundo ecrã ‘always on’ para visualizar todas as notificações

Bateria

O terminal vem equipado com uma bateria removível de 3.000mAh, como já temos sido habituados por vários dispositivos nos últimos tempos em termos de capacidade…parece que vai longe o tempo de baterias de 1.800 / 2.200mAh. Contudo, neste dispositivo pode ser pouco para alguns utilizadores, algo recorrente no smartphones da LG se calhar devido aos ecrãs de grande capacidade, e neste caso especifico, com o 2º ecrã.

O grande plus da bateria, parece-me ser o facto de ser removível, algo em que a LG é das poucas marcas ainda a apostar, mas que para mim é uma solução preferível, pois em caso de avaria é fácil de resolver.

LGV10 (8)

Na minha utilização dura quase um dia, com alguma ‘contenção’ na parte final do dia, reduzindo o uso para mensagens/chamadas, vendo vídeos nessa altura com o brilho reduzido. De resto, durante o dia conta com um uso normal, excepto jogos que não é meu hábito no telemóvel…pessoalmente, não jogo um bom jogo em telemóveis desde o Snake II.

Câmara

Podem ver algumas fotos tiradas com a câmara principal no seguinte álbum – LG V10 Photo Sample.

A razão de optar-mos pela criação de um álbum externo prende-se com o tamanho das imagens, que iria carregar bastante no servidor do site, assim evitamos ter de as editar para redimensionar, podendo portanto partilhá-las na melhor qualidade possível.

De notar ainda que a câmara principal tem capacidade para gravar vídeos até 4k @ 30fps, 1080p @ 60fps e modo slow-motion a 720p @ 120fps, quanto às fotos garante uma qualidade acima da média, contando com estabilizador (OIS) à semelhança do LG G4 cuja câmara teve bastante sucesso.

Testes

Ora, nos diferentes benchmarks que corremos podemos ver alguns resultados interessantes o que demonstram que tem capacidade para uma série de tarefas que tenhamos para ele.

Em suma

É seguramente um terminal interessante, e o segundo ecrã dá bastante jeito, além de estilo, podendo ver muita informação nele sem ter de ativar o aparelho quando o tiramos do bolso ao sentir aquele tremelique no músculo da perna…que tanto nos engana e nos faz pensar que alguém nos manda mensagem ou nos liga, ou simplesmente para ver as horas.

Como a maioria dos dispositivos nesta classe de preço, tem uma boa performance geral, e sem que isso se note num aumento do aquecimento do mesmo, o design não sendo provavelmente o melhor, também é algo diferente do que é ‘standard’ hoje em dia, fugindo ao normal e apostando naquela capa traseira em silicone, que lhe dá mais aderência à mão bem como alguma proteção em vez de uma capa rija em alumínio ou plástico que facilmente se risca ou amolga por exemplo.

Resumindo, temos um smartphone ‘com tudo’, bom ecrã, boas câmaras, bastante RAM, suporte de cartão SD…contudo para o preço peca em alguma performance, estando num patamar em que existem dispositivos com melhores processadores. Temos por exemplo na casa dos 300€ o LG Nexus 5X com o mesmo processador que este V10.

Sendo um dispositivo que se pode encontrar atualmente com preços próximos a 600€ em Portugal, ou algo como cerca de 480€ na amazon alemã, caso tenhamos chance de o comprar pela amazon, parece-nos que para o seu preço seja uma opção bastante viável, se a nossa opção for o mercado nacional, podemos seguramente encontrar melhores opções.

Quer o Huawei P9, com potencialmente melhor câmara, que já se encontra em pré-venda a um valor de 599€ em Portugal, ou o novo telemóvel da LG, o G5 ‘modular’ também deverá surgir com um preço em volta destes valores, parecem-nos opções mais interessantes quando pensamos em 600€.

Design86
Performance83
Bateria70
Construção90
Câmaras87
Reader Rating3 Votes94
Bateria removível
Segundo ecrã bastante útil
Resistência a toques/choques
Gravação de vídeo até 4k
Opções para selfies com duas câmaras frontais
Não possui resistência a água
Bateria
83
Nutella Man
More Stories
god-of-war-werah
God of War – Primeiras Impressões