Sempre que há lançamentos de novos dispositivos, com novas versões de softwares, surgem notícias de que os antecessores se tornam mais lentos. Recentemente com o lançamento dos iPhone 8, surgiram relatos que indicavam que os modelos anteriores estariam mais lentos.

Mas será isso verdade?

Segundo os rumores, a Apple estaria a provocar a lentidão dos dispositivos mais antigos, de forma a forçar a trocar aos utilizadores. Esperando que a fizessem pelo modelo mais recente da companhia, claro.

Os rumores ganham maior relevo nos meses em torno dos lançamentos dos novos dispositivos, como podemos ver neste gráfico da Google. Os meses de Setembro em Outubro têm milhares de buscas pelo termo ‘slow iPhone’, traduzindo de forma livre, iPhone lento.

Mas isto é puro histerismo social…

E para perceber isso basta olhar para o registo de performance de modelos mais antigos da companhia da maçã.

A malta da Futuremark ajuda, disponibilizando informação relativamente a testes feitos ao iPhone 5S, lançado em Setembro de 2013, o dispositivo no mercado mais antigo e com atualizações da Apple.

A Futuremark é responsável pela criação de ferramentas de teste de capacidade CPU e GPU, para computadores, portáteis, tablets e smartphones. E guarda nas suas base de dados os resultados de testes de milhares de dispositivos, feitos pelos respetivos utilizadores.

Com base nestes resultados, a Futuremark preparou dois gráficos para ajudar a perceber a evolução da performance dos dispositivos da Apple, do iPhone 5S neste caso.

Os gráficos apresentam os resultados do último ano e meio na ferramenta 3DMark, mais concretamente, com o Sling Shot Extreme, o teste recomendado para os smartphones recentes.

E em termos de GPU

Ao olhar para estes gráficos facilmente percebemos que é mentira a história de que a Apple, ou outra companhia, tornar os seus dispositivos lentos com o lançamento de produtos novos.

O iPhone 5S conta com o processador Apple A7 e 1 GB de memória RAM, que para muitos hoje em dia é algo impensável. Mas na realidade, olhando aos gráficos, a sua performance manteve-se equilibrada. Verdade que em termos de CPU se nota uma pequena queda, mas em termos de GPU esta até melhora.

Segundo a fonte da Futuremark, estas diferenças são mínimas, e coisa que o utilizador teria muita dificuldade em reparar. Devem-se simplesmente a pequenas optimizações dos updates iOS, ou outros factores.

iphone lento futuremark

As próprias aplicações, em versões mais recentes, podem não estar tão bem optimizadas para os dispositivos mais antigos, seja por terem processadores mais antigos ou menos memória RAM.

Estas questões das versões de sistema e aplicações, aliadas ao receio irracional fomentado pelas partilhas nas redes sociais, serão as principais razões para se achar que a Apple torna os dispositivos mais lentos.

Podem testar e comparar os vossos dispositivos com a ferramenta da Futuremark, sejam eles Android ou iPhone, fazendo o download nas respetivas lojas – Apple App Store para iPhone ou Google Play para Android

Podem ver no site da Futuremark médias de resultados:

iPhone 5s: 759 pontos em média;
iPhone 6: 988 pontos em média;
iPhone 6s: 1743 pontos em média;
iPhone 7: 1924 pontos em média;
iPhone 8: 2594 pontos em média.