A Bungie revelou o gameplay de Destiny 2, para uma plateia cheia de fãs ansiosos por saber todas as novidades sobre o novo título da famosa franquia.

Foi mostrada uma missão que, sem dúvida, deixou os guardiões de todo o mundo a espumar de entusiasmo. No entanto, com tantas novidades, algumas coisas podem ter passado despercebidas. É por isso que decidimos ver e rever o trailer para vos mostrar as principais novidades a ter em conta.

Campanha

A campanha de Destiny 2 vai-se chamar Red War e começa com a invasão dos Cabal ao planeta Terra. Durante essa invasão, o Speaker é morto, a Last City destruída e a humanidade fica sem lugar para viver.

Destiny 2 cabal fleet

Durante a campanha vamos poder finalmente ver os nossos “chefes” em ação, nomeadamente, Cayde 6, Zavala e Ikora.

Destiny 2 Cayde

A aventura dos Guardiões vai levá-los a novos planetas do sistema solar, nos quais vão combater com as raças já conhecidas, Cabal, Vex, Hive e Fallen. Cada raça vai ainda introduzir novos tipos de inimigos como, por exemplo, os Gladiator que fazem parte dos Cabal e têm duas facas como arma de eleição.

Destiny 2 gladiator

No fim do trailer aparece um inimigo enigmático, será que é o principal antagonista da história?

Destiny 2 boss

Novidades no gameplay

O gameplay de Destiny 2, apesar de parecer inalterado face ao original, introduz algumas mudanças interessantes no que toca ao HUD, Supers e novos tipos de armas.

Destiny 2 HUD

Olhando para a imagem acima, existem algumas novidades interessantes. Para começar, agora podemos equipar 3 habilidades, uma granada, um ataque físico e um terceiro que veremos mais a frente.

Um pouco acima, vemos que existe uma nova subclasse Solar, que mais à frente veremos, pertence aos Warlock. Além disso, uma das novidades mais importantes é o facto de que vão existir armas primárias com elementos, logo no início do jogo. Mais, esta nova arma é totalmente nova pois pertence a uma Foundry que não tinha aparecido no original, de nome Veist se não estou em erro. Ainda será possível equipar duas armas primárias, uma elemental e outra de dano cinético.

Destiny 2 HUD2

Olhando mais uma vez para a interface, agora podemos ver o símbolo de cada raça ao lado do respetivo nome, apesar de não aparecer o seu nível. As barras de vida também parecem estar ligeiramente maiores, pelo que será mais fácil segui-las, mesmo no meio do caos.

Destiny 2 Ultra

Os inimigos denominados por Ultras, geralmente bosses, apresentam também um novo estilo de barra de vida, agora com segmentos, que pode dar a entender que as suas rotinas devem mudar ligeiramente por cada segmento perdido. Os Majors também apresentam agora uma nova barra laranja.

Destiny 2 Healing rift

Outra novidade importante, que referi anteriormente, é a inclusão de uma terceira habilidade. Esta habilidade tem o objetivo de servir como suporte e, nesta imagem, chama-se Healing Rift que inicia imediatamente a regeneração de vida a todos os aliados que se encontrem na sua zona de ação. Também vão existir habilidades que aumentem o dano, um pouco ao estilo do Weapons of Light do Titan Defender, o novo Titan Striker pode colocar uma barricada que serve de cobertura, entre outros.

Novas Subclasses

Em Destiny 2, as classes existentes no original vão-se manter, ou seja, Titan, Warlock e Hunter. No entanto, as subclasses serão alvo de modificações e ainda serão introduzidas novas subclasses para cada um.

Destiny 2 Pole Hunter

Começando pelo Hunter, a sua nova classe de Arc chama-se Arcstrider e quando ativa o seu super, faz uso de um bastão carregado de eletricidade. Parece uma espécie de atualização à subclasse bladedancer, mas com aquele estilo Darth Maul que todos adoramos.

Destiny 2 titan shield

O Titan agora possui uma subclasse Void chamada Sentinel, no qual faz uso de um escudo que pode ser utilizado para bloquear projéteis ou lançado como disco para causar dano aos inimigos. Agora finalmente podem ser o Capitão América do vosso grupo.

Destiny 2 warlock sword

A nova subclasse Solar dos Warlock chama-se Dawnblade e permite invocar uma espada em chamas. Enquanto o super está ativo, podemos voar pelo ar e disparar colunas de fogo a partir da espada, derretendo os inimigos que estão no solo. Faz lembrar um pouco a classe Sunbreaker dos Titan mas com mais mobilidade e é uma excelente adição ao Warlock.

Novas e velhas armas

No trailer, foi possível ver algumas das novas armas, mas também outras que marcam o seu regresso em Destiny 2.

Destiny 2 porta torre norte

Olhando para a imagem, esta Pulse Rifle não se parece propriamente com os outros arquétipos existentes em Destiny. Tendo em conta que as Pulse Rifle Suros possuem um corpo mais arredondado e as Hakke possuem uma forma bastante parecida com as armas dos dias de hoje, este design ligeiramente mais futurista leva-me a crer que estamos perante uma Pulse Rifle da Omolon, algo que não existia no original.

Destiny 2 suros pdx

Continuando com as Pulse Rifles, parece que as Suros estão de volta, sendo que esta da imagem lembra um pouco a Suros PDX-41 ou a PDX-45.

Destiny 2 minigun

A arma acima é uma Minigun e será uma das novas armas primárias exóticas. Além de possuir um carregador de 90 munições, o seu Rate of Fire vai aumentando à medida que se dispara até atingir um valor máximo, devido à rotação dos canos.

Destiny 2 RPG

Também foi introduzido um novo Rocket Launcher, que dispara 4 bolas de energia em modo automático e parece que será bastante útil para lutar contra inimigos de maiores dimensões.

Destiny 2 grenade_Major

Além disso, foi introduzido também um novo tipo de arma pesada sob a forma de um Lança Granadas que além de possuir 7 munições, causa bastante dano e os projéteis ainda causam dano em área devido às explosões.

Destiny 2 sniper

Esta arma na imagem acima, é uma Sniper que, pelo design, presumo ser uma arma exótica. O logótipo D5 faz-me crer que será mais uma Foundry e, esta arma é a sua exótica, um pouco como foi a Suros Regime.

Destiny 2 Suros cannon

Além disso estão confirmados Hand Cannons da Suros, o que leva a crer que todas as Foundries terão todos os tipos de armas disponíveis em Destiny 2.

Novos planetas

Tirando o Planeta Terra, que serve de ponto de partida para a nossa aventura, os outros planetas existentes em Destiny 2 são totalmente novos. Estes planetas possuem zonas enormes para explorar, com vilas que servem de Hub para obtermos novas missões. Os planetas são, tirando a Terra, a lua de Saturno Titan, a lua de Júpiter IO e Nessus, um planeta mais afastado.

European Dead Zone

Destiny 2 EDZ

No planeta Terra, vamos poder explorar a European Dead Zone que já tinha marcado presença no original, sob a forma de mapas para o Crucible. A Bungie afirma que esta é a maior zona que já fizeram, pelo que os jogadores podem esperar uma boa extensão de terreno, com várias missões e segredos por descobrir.

Além disso, é possível ver os destroços do Traveler no horizonte, pelo que será interessante descobrir como é que tal aconteceu.

Titan

Destiny 2 titan

Titan é o refúgio de Zavala e um planeta cuja superfície se encontra submersa por enormes oceanos. Também será possível explorar vários edifícios construídos pelos humanos durante a Era Dourada.

Nessus

Destiny 2 nessus

Nessus é o exemplo de um planeta que foi totalmente consumido pelos Vex, tornando-se numa das suas máquinas. O planeta passa muito aquela sensação do Black Garden do original, mas a uma escala muito maior. É neste planeta que vamos encontrar Cayde 6.

Io

Destiny 2 IO

Io é um planeta cuja superfície lembra bastante a de Vénus, com grandes planaltos e poças de ácido sulfúrico. Além disso, é um local de culto para os Warlocks, recheado de mitologia e segredos que o Traveler lá deixou aquando da sua passagem. É nele que encontramos Ikora.

Planetas reformulados

A forma como aceitamos missões foi completamente reformulada. Agora, já não é necessário ir para órbita para aceitar uma missão, podendo ser escolhida diretamente no solo. Nas vilas que se encontram espalhadas pelos planetas, podemos aceitar diversas missões, como as Adventures que possuem novas mecânicas , assim como os Lost Sectors, uma espécie de Dungeons que teremos de percorrer até derrotar um boss que nos permitirá abrir um baú e obter o loot que se encontra no interior.

Além disso, nas vilas podemos interagir com os outros jogadores e até jogar uma peladinha com eles, com direito a foguetes e tudo em caso de golo.

Destiny 2 futebol

Strikes, Clãs e Crucible

Os Strikes estão de volta, já tendo sido um confirmado, de nome Inverted Spire. A Bungie afirma que os novos Strikes estão muito melhores face aos originais, com boas primeiras impressões. Esperemos que todos os Strikes de Destiny 2 sejam interessantes.

O Crucible também foi alvo de mudanças, sendo que agora todos os modos são 4V4. A Bungie está a apostar numa componente muito mais competitiva, daí o número mais reduzido de membros em cada equipa.

A maior novidade, no que toca à comunidade, foi a introdução de Clãs dentro do jogo. Se jogaram o original, sabem que a tarefa de criar e comunicar com o clã não era a melhor. Assim sendo, agora podem criar e gerir o clã a partir do jogo.

No entanto, a Bungie não pensou apenas nos que jogam em grupo, mas também nos lobos solitários. A experiência de Destiny era claramente feita para jogar em equipa. Tendo experimentado os modos mais exigentes a nível de comunicação, Raids, Nightfall e Trials of Osiris, posso afirmar que esses modos são praticamente impossíveis sem coordenação.

No entanto, devido ao meu horário, era complicado jogar regularmente com as mesmas pessoas, pelo que acabei por não jogar tanto esses modos como gostaria. Assim sendo, a Bungie decidiu introduzir uma ferramenta no jogo, que permite a quem não possua um Clã, ou possua mas não possa jogar com eles, procurar por equipas que estejam abertas a receber jogadores para estas atividades.

Destiny 2 Clans

Esta ferramenta vem facilitar imenso a vida de todos, pois se não tiverem ninguém com quem jogar, o jogo procura pelos vários Clãs e permite-vos escolher um que vos agrade. Além disso, se já tiverem uma equipa feita, mas um dos membros tiver de sair por alguma razão, podem abrir a equipa e receber um jogador que esteja também à procura de membros para essa atividade.

Isto vai permitir que todos os jogadores possam usufruir de toda a experiência, sem terem de ser “obrigados” a jogar sempre com as mesmas pessoas, ou a ter na lista de amigos pelo menos 6 que joguem Destiny.

Finalmente no PC

O primeiro Destiny foi um jogo que, na minha opinião, perdeu muito em não ter saído no PC, visto que é nesta plataforma que se encontram as comunidades mais Hardcore de FPS e MMO. Destiny 2 sairá no PC, mas fico curioso para saber como irão contar a história do que aconteceu no primeiro jogo, aos novos jogadores.

Também foi confirmado que o jogo terá funcionalidades próprias na versão de PC, incluindo suporte a 4K, 21:9, slider de FOV, Framerate sem limites, entre outros. No entanto, o jogo não terá servidores dedicados, algo que é um erro extremamente grande por parte da Bungie, tendo em conta os problemas de lag do original.

Uma boa notícia é que a Bungie anunciou uma parceria com a Blizzard e o jogo será lançado no Battle.net. Esperemos que a parceria não fique só por lançar o jogo na plataforma da Blizzard, mas sim que seja também incluído o sistema anti-batota de Overwatch.

Destiny 2 tem lançamento previsto para 8 de Setembro, na PS4 e Xbox One, com a versão de PC a chegar com um ligeiro atraso face às consolas.


Podem ver o vídeo completo aqui: