Corsair 680X Crystal wallpaper 585x400

Corsair Crystal 680X, Review em Português

Gigante, mas um pouco cara
O Corsair Crystal 680X foi concebido para todos aqueles que procuram uma torre capaz de espremer o máximo dos seus componentes RGB. Com um grande painel frontal que integra três dos melhores fãs do mercado, irá iluminar a sua configuração de uma forma incrível, enquanto o painel lateral e superior também transparente dão-lhe um aspecto impecável.
Design90
Qualidade/Preço70
Personalização90
Airflow85
Conectividade90
O bom
Dois compartimentos
Design impecável
Excelente construção
Slots verticais para a gráfica
Três fans LL120 RGB
O mau
Um pouco cara
Colocação do radiador na parte frontal
Espaço pouco aproveitado no segundo compartimento
85
Recomendada

Ao comprar uma torre, temos várias opções e preços diferentes. No entanto, o número de torres capazes de suportar E-ATX e com designs tão abertos como o Corsair Crystal 680X é reduzido. A nova caixa Corsair é uma evolução da 280X pensada para micro-ATX. Mantém um design semelhante, embora um pouco maior e com muitas mais possibilidades, especialmente para os entusiastas que querem montar o seu próprio sistema de refrigeração líquida custom.

Design e Construção

O Corsair Crystal 680X é uma caixa E-ATX, com um compartimento lateral duplo que, como podem ver a continuação, não nos parece ser totalmente aproveitado.

O seu design é elegante e imponente. O lado esquerdo da torre está rodeado de vidro, o que nos permite tirar o máximo partido dos componentes RGB que temos e dar-lhe-á um aspecto bastante interessante. O lado direito da caixa é um pouco mais pequeno e coberta por plástico com um acabamento mate agradável ao toque.

Na frente integra três fans LL120 RGB da Corsair, das melhores do mercado, mas que também aumenta o preço final da torre para os 250€ PVP. No lado esquerdo deste painel frontal temos uma grande grelha que permite a passagem de ar para os ventiladores, melhorando o fluxo de ar.

À esquerda encontramos uma janela que podemos abrir muito facilmente exercendo um pouco de força para separar os ímãs que a fecham ao lado da caixa. Caso o queiram remover, também o podem fazer sem qualquer problema.

Acima vemos um painel de vidro que é separado do chassi em cerca de 18mm, melhorando a saída de ar em todos os dissipadores de calor de 240mm ou 280mm que decidimos colocar no topo.

À direita, acima do segundo compartimento, temos o botão Power, Jack para microfone e auscultadores, USB Tipo C, dois USB Type 3.0 e o botão reset.

Atrás da torre temos diferentes grelhas em ambos os compartimentos, bem como as diferentes baías no para os componentes que integram a placa de base, seja no modo horizontal ou vertical (para a gráfica).

Interior

Mas é claro que, embora seja bonito por fora, também é importante saber se temos espaço suficiente para adicionar tudo o que precisemos, e algo mais.

Removendo dois parafusos acedemos ao segundo compartimento no qual podemos colocar até 4 discos de 2,5″, 3 discos de 3,5″ HDD, a fonte de alimentação e todos os cabos que podemos esconder.

Aqui também encontramos o Lightning Node Pro, que básicamente se conecta as fãs RGB para melhor controle do iCue.

Depois de montar o PC, ficamos com muito espaço inutilizável, o que não é mau de tudo, mas dá-nos a sensação de que poderia ter sido melhor utilizado.

No compartimento principal temos a possibilidade de adicionar diferentes tamanhos de placas-mãe, sejam elas mini-ITX, micro-ATX, ATX ou E-ATX. Quanto aos ventiladores, podemos adicionar 2 de 120mm ou 140mm acima e abaixo, e remover a traseira de 120mm para outra de 140mm, embora não o vejamos necessário.

Também é importante mencionar o espaço para os radiadores. É verdade que podem utilizar os radiadores em qualquer parte (dianteiro, superior, traseiro, inferior), mas com algumas limitações. Por exemplo, se colocarem o radiador na frente, o espaço na parte superior e inferior fica algo bloqueado, o que significa que não poderão colocar outros radiadores de 240mm ou 280mm nessas posições.

Nesta posição existe outra limitação, e é que não temos forma de centrar o radiador de 280mm, o que significa que o temos de colocar por cima de tudo, bloqueando algum espaço em cima, ou em baixo, tendo o mesmo efeito. É por isso que se estão a pensar utilizar dois radiadores, a nossa recomendação é que os coloquem na parte superior e inferior, deixando o painel frontal e traseiro apenas para fans.

Veredicto e alternativas

A Corsair Crystal 680X foi concebida para todos aqueles que procuram uma torre capaz de espremer ao máximo os seus componentes RGB. Com um grande painel frontal que integra três das melhores fãs do mercado, irá iluminar o setup de uma forma incrível, enquanto o painel lateral e superior também transparente dão-lhe um aspecto impecável.

É uma torre muito grande, embora na nossa opinião não seja bem aproveitada. Seu compartimento direito é muito grande e depois de organizar os cabos e colocar os discos, ficará com bastante espaço livre. Por outro lado, temos espaço para quase tudo, mas com algumas limitações para vários radiadores.

Por 249€, é difícil recomendar esta caixa a todos os utilizadores, quando temos no mercado outras que nos dão temperaturas semelhantes, tais como a Fractal Design Meshify S2. Mesmo assim, para aqueles que gostam do seu design e não têm problemas em limitar a posição dos radiadores, é uma opção a considerar.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Design
Qualidade/Preço
Personalização
Airflow
Conectividade
Final Score