Como jogar Call of Duty Mobile no PC

Call of Duty Mobile é o mais recente fenómeno da série, agora disponível para telemóvel o que vos permite ter a experiência de um Call of Duty em qualquer lado. Apesar de possuir excelentes controlos para um shooter mobile, talvez dos melhores e mais intuitivos neste momento, é possível elevar a vossa performance a um nível superior ao jogá-lo no PC com rato e teclado.

Para isso, vamos fazer uso do emulador oficial que permite instalar a aplicação e já vem com total suporte para rato e teclado.

Instalar o GameLoop

O primeiro passo, é instalar o GameLoop. Ao entrarem no site, vão encontrar um enorme botão de Download.

Após descarregarem a aplicação com cerca de 10MB de tamanho, basta executá-la. Caso pareça que não está a acontecer nada, verifiquem se não se encontra nos ícones escondidos.

Quando abrirem a aplicação, esta vai começar a instalar o jogo, a velocidade depende da vossa ligação, mas não deve demorar muito.

Dicas para a melhor experiência

Após terminar, um botão com o texto “Jogar” vai aparecer e basta clicarem nele para iniciar o jogo. Ao clicarem no símbolo com 3 riscas horizontais, podem aceder ao menu das configurações.

A primeira coisa a fazer é alterar as configurações gráficas. Para isso alterem as definições como as que podem ver nesta imagem.

Isto permite evitar a imagem de baixa qualidade e cheia de rendilhados devido à baixa resolução e falta de Anti-aliasing. A quantidade de memória e número de núcleos de processador utilizados dependem do vosso sistema.

Também vão querer priorizar a GPU dedicada, uma vez que esta é melhor que a iGPU do vosso processador. Se tiverem um Ryzen, não precisam de se preocupar uma vez que não possui iGPU nos modelos não-G.

Após alterarem estas resoluções, acedam ao menu Game e escolham a resolução de 1080p caso não possuam ecrã 4K e Display Quality para HD.

A ideia que tenho destas definições é que as do menu Engine são definições internas do emulador e as do menu Game são específicas para o Call of Duty Mobile.

Após reiniciar o emulador para validar as opções, existem mais opções dentro do jogo que valem a pena ajustar.

Começando nos settings de Audio e Graphics, devem colocar as definições ao mais alto possível e ligar o anti-aliasing.

Nas definições básicas devem desligar o aim assist, uma vez que atrapalha na hora de enfrentar múltiplos adversários e ativar o Fast Throw Grenade uma vez que com isto desligado, sempre que querem atirar uma granada, têm de a equipar primeiro e escolher o arco, o que demora muito tempo.

As opções de ADS dependem do vosso gosto, eu pessoalmente gosto de carregar uma vez para ativar ou desativar ADS, mas podem também escolher Press and Hold. Outra opção bastante útil é a do FOV que podem subir até 75 e ajuda a evitar enjoo de movimento para quem sofre disso com FOV baixos.

Nas opções de sensibilidade podem brincar com os valores para câmara ou durante os disparos, caso gostem de menos ou mais sensibilidade quando apontam. É algo que nunca tinha visto tão aprofundado num jogo mobile e uma excelente opção para personalizarem a vossa experiência ao mais ínfimo detalhe.

Call of Duty Mobile vem também com um modo Battle Royale e podem alterar as suas definições para serem diferentes dos modos multijogador que requerem mais reflexos e movimentos rápidos.

Entre estas opções estão as de veículos e loot que permitem escolher quanto de cada coisa vocês fazem loot automático, tornando a tarefa muito mais simples e focando a experiência naquilo que realmente importa, combater e sobreviver.

Após todas estas opções, estão prontos para começar o tutorial e enfrentar outros jogadores nesta experiência Call of Duty que podem levar para todo o lado.

Em breve faremos a nossa análise ao jogo. Não percam.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *