android wear 5.1

Android Wear 5.1 – O que há de novo?

Há uns meses analisámos o Android Wear, e vimos como funcionava, e desde então foram adicionadas novas funcionalidades e o artigo e vídeo de hoje é uma continuação onde nos vamos focar apenas nas novidades e no que está diferente. E para isso vamos pegar no LG G Watch R, que analisámos recentemente e que já tem esta nova versão.

Android Wear 5.1 conta com um novo Design

Em primeiro lugar o design está um pouco diferente, mais simplificado, e agora é possível alterar o tamanho da letra, entre pequeno, normal ou grande, e há também uma opção para bloquear o ecrã com um código automaticamente, caso tiremos o relógio do pulso, mas ainda terá de ser aperfeiçoada porque connosco nunca funcionou devidamente, mas o lado positivo é que o podemos bloquear manualmente, sempre que quisermos.

Importa referir que isto é completamente independente do Smart Lock que mantém o telefone desbloqueado enquanto este estiver conectado ao relógio, ou seja, podemos bloquear o relógio e mesmo assim o telefone continuar desbloqueado. E vice-versa.

Melhorias que esperavamos há muito tempo

A partir do ecrã principal, clicando no mostrador, ou deslizando da direita, é apresentada a lista de aplicações disponíveis. Entre elas, o “Encontrar Smartphone” põe o telefone a tocar com o volume no máximo para que o encontre, caso esteja emparelhado ao relógio claro. E, por exemplo, a aplicação das notas pode ser acedida mesmo que não esteja ligado ao telefone e agora as aplicações não fecham automaticamente, ou seja, podemos ver a lista das compras e ao fim de algum tempo, o ecrã desliga-se, mas continua a mostrar a lista, o que é super prático e também acontece na aplicação dos mapas se estivermos a navegar. Claro que para isto acontecer tem de estar ativada a opção de ecrã sempre ligado, que por exemplo o Moto 360 não suporta e por isso não poderá tirar total partido desta funcionalidade, mas o LG G Watch e vários outros modelos não terão qualquer problema.

Deslizando novamente temos acesso aos contactos recentes, a partir de onde podemos telefonar, enviar um email ou um SMS, e além de ditar o texto, também é possível desenhar um smile, que será reconhecido pelo relógio, ou selecionar um dos vários disponíveis.

“OK Google”

E finalmente, podemos falar para iniciar alguma aplicação ou selecionar uma das opções, que já existiam na versão anterior. E continua a ser possível dizer “ok google” a partir do ecrã das horas para ir para este menu.

Quando antes era preciso deslizar de baixo para cima, agora basta rodar o pulso para cima para fazer aparecer o cartão de baixo e assim sucessivamente para ver os restantes cartões, e claro, também é possível rodar o relógio para baixo para voltar ao anterior, o que é muito prático, se tivermos as mãos ocupadas.

A partir de qualquer menu podemos pressionar o botão de lado durante 1 segundo para fazer surgir a lista de aplicações

Se estivermos em casa, longe do telefone e perdermos a ligação por Bluetooth, as notificações são transmitidas via Wi-Fi

Outra funcionalidade interessante é que se estivermos em casa, longe do telefone e perdermos a ligação por Bluetooth, as notificações são transmitidas via Wi-Fi. Uma pequena nota para o G Watch R que ainda não suporta esta funcionalidade, mas a LG já garantiu que vai ficar disponível até ao final deste ano.

Em conclusão, são pequenas novidades mas mostram o empenho da Google em melhorar este sistema operativo e em tornar os relógios inteligentes ainda mais úteis, e assim que surgirem mais funcionalidades, faremos um novo artigo com um vídeo. E se quiserem saber mais sobre estes relógios podem ver as análises ao Moto 360 e ao LG G Watch R ou até mesmo o comparativo entre os dois.

E vocês, acham estas novidades importantes? O que é que gostariam de ver implementado no Android Wear para tornar estes relógios mais apelativos? Partilhem connosco as vossas opiniões nos comentários!