ocz tl100 240gb

Análise de SSD – OCZ TL100 240GB, será o melhor low budget?

Performance73
Construção84
Software88
Review dos Leitores3 Votes82
Preço/performance
Controlador reciclado
Velocidade de 100mb/s
82

Aproveitamos este artigo não só para fazer uma análise a um SSD que podem pensar em usar nos vossos sistemas, como também tentar melhorar os sistemas que propomos nas configurações que sugerimos na nossa página. Nessas nossas configurações procuramos propor sistemas que a cima de tudo têm uma boa relação preço/performance. No fundo, o bom e barato.

Uma das peças vitais de todos os computadores é o seu disco principal. Neste caso vamos procurar qual a melhor opção de SSD para este título, um SSD que tenha uma capacidade respeitável, nos 240/256GB, e uma performance aceitável.

O OCZ TL100 da Toshiba

ocz tl100 240gb

Este OCZ TL100 é a aposta da Toshiba para a entrada dos SSD, por isso não é de esperar uma performance de topo em todos os momentos.

O OCZ TL100, com tecnologia TLC NAND, no papel é um SSD SATA III no formato 2.5″ com 7mm de espessura e surge em duas variantes, 120GB e 240GB, a que temos aqui em análise. A Toshiba apresenta-o como um SSD de velocidades de 550MB/s e 530MB/s de leitura e escrita respectivamente, mas esses valores pouco interessam para a realidade, e por isso este tipo de testes são importantes.

Quanto a IOPS, o SSD apresenta 85K de leitura e 80K de escrita, e com uma durabilidade estimada em 30TB para o de 120GB e 60TB para o modelo de 240GB, que dá algo como 54GB/dia para este último. Enquanto que os IOPS são coisa a que já nos habituamos a ver nos SSD, este OCZ TL100 não apresenta uma durabilidade nada impressionante.

ocz tl100 toshiba

O SSD é acompanhado de um software da OCZ que nos permite verificar o seu estado bem como atualizar o respetivo firmware caso seja necessário, o que não foi. E conta com 3 anos de garantia da marca, o que é sempre bom saber, mas melhor ainda se fosse mais longa, é um dos custos de ser low budget.

Outro custo, derivado dos cortes, é a falta de memória RAM neste SSD. Para todas as suas acções o OCZ TL100 vive da memória curta do seu controlador, o TC58NC1010 da Toshiba. Esta será suficiente para a maioria das acções feitas num computador ‘lá de cada’, mas caso tencionem usar para trabalho/servidor, não será a melhor opção.

Unboxing e primeiras impressões

Quando recebi a encomenda foi muito fácil abrir a caixa e não surpreendia em nada. No interior dela apenas tinha uma caixa em plástico transparente para guardar o SSD e nada mais.

ocz tl100 240gb

Metodologia

Para analisar o SSD utilizámos algumas ferramentas simples para medição da capacidade do componente em questão, neste caso utilizamos o CrystalDiskMark, Anvil e o AS-SSD, que medem as velocidades por diferentes processos e outros aspectos ainda.

Já o PCMark 8 que ajuda-nos a medir a largura de banda da memória do SSD e tempos de loadings em diferentes aplicações, é uma boa ferramenta para ter uma ideia da capacidade o SSD em diferentes ambientes.

ocz tl100 240gb

A estes, acrescentamos um teste em situação real, no qual copiámos uma pasta com vários ficheiros de vídeo com um total em torno dos 25GB para o SSD. Isto serviu para perceber como se portava a sua escrita com ficheiros grandes e o seu comportamento no decorrer desse tempo.

Sistema de Teste
  • SO: W10;
  • CPU: i5 7600k;
  • MB: MSI Z270I GAMING PRO CARBON AC;
  • RAM: 2x 8GB G.Skill Aegis 2800MHz;
  • GPU: EVGA GeForce GTX 1060 SC GAMING;
  • Caixa/PSU: EVGA Hadron Air c/ fonte de 500w.

Testes – Desempenho da Velocidade

Nos diferentes testes feitos o disco apresenta valores dentro do expectável e bastante próximos entre as diferentes aplicações usadas, as quais referimos anteriormente.


Testes – Desempenho Global

Com o PCMark 8, o SSD OCZ TL100 é posto à prova numa série de testes diferentes, onde é medida a sua performance global. Uma das coisas que o PCMark 8 faz é carregar vários programas diferentes, e até alguns jogos, medindo a duração da sua abertura.

Testes – Situação Real

Aqui é que nos apercebemos realmente dos seus pontos fracos. Como referi, nesta parte simplificamos, copiando de um outro disco, um Intel 600P M.2 PCIe, para este OCZ Tl100 de 240GB uma pasta com vários ficheiros de vídeo totalizando 25GB de dados.

Isto serviu para perceber não só o tempo que demoraria, como ainda melhor, como este se comportava nessa acção.

Apesar das velocidades de 550 e 530 MB/s apresentadas, depois dos primeiros MB copiados verificamos uma queda abrupta da velocidade, e não se trata de algo momentâneo, ainda que possa parecer, esta cai e mantém o resto do tempo abaixo dos 100 MB/s.

Para uma pasta de 25GB demorou 4 minutos e 25 segundos a copiar os dados, quando se tivesse um controlador melhorzinho, conseguiria manter os valores da velocidade em números maiores.

É este OCZ TL100 um bom low budget?

Nos últimos meses, os SSD, tal como as memórias RAM, sofreram com o aumento do preço, sendo que os seus preços de venda não têm descido como se esperava, principalmente com o lançamento da NAND 3D. Pelo contrário, até aumentaram, pois em 2016 ainda se conseguia encontrar discos de 240GB a 70-80€.

Este OCZ TL100 não é tão barato quanto deveria ser. O seu preço sofre com a situação do mercado em relação a alguns dos seus componentes, ainda assim, 240GB a 82€ na Amazon ES pode parecer um bom valor.

Se bem que a performance poderia ser melhor, principalmente para cópia de ficheiros grandes, continua a ser melhor opção que discos rígidos para disco principal.

Olhando a outros SSD no seu preço, pode perder para alguns…

Nutella Man

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Performance
Construção
Software
Final Score