A AMD lançou a tão antecipada linha Vega, as suas novas placas gráficas que andam há meses a fazer crescer as esperanças de gamers por todo o lado, e a jóia da coroa será a nova AMD Radeon RX Vega 64 para fazer peito à ainda cara GTX 1080 da Nvidia!

O 64 não é o número de bits não, mas sim de CU, ou, compute units. E a RX Vega 64 não vem sozinha, mas sim acompanhada pela RX Vega 56, que surge à sua sombra.

AMD Radeon RX Vega 64

A nova jóia da coroa da AMD, que poderá bem vir a salvar o seu departamento de placas gráficas, ou pelo menos dar novo fôlego ao departamento para novos investimentos na área, chega ao mercado com alguns detalhes curiosos.

Com um preço recomendado de $499, não será surpresa vê-la a chegar ao nosso mercado perto dos 600€. Sendo a ideia competir com a GTX 1080, é um bom começo. Isto para uma GPU que conta, na sua versão base, com:

  • 64 compute units;
  • 4 096 stream processors;
  • vRAM de 8 GB HBM2;
  • Largura de banda de 484 GBps;
  • Frequência base de 1 247 MHz;
  • Boost até 1 546 MHz;
  • com 12,66 TFLOPS anunciados.

E na sua versão melhorada, com refrigeração liquida e um preço anunciado de $699:

  • 64 compute units;
  • 4 096 stream processors;
  • vRAM de 8 GB HBM2;
  • Largura de banda de 484 GBps;
  • Frequência base de 1 406 MHz;
  • Boost até 1 677 MHz;
  • com 13,7 TFLOPS anunciados.

AMD Radeon RX Vega 64

Já a RX Vega 56 chega ao mercado com um preço de $399 e umas especificações de:

  • 56 compute units;
  • 3 584 stream processors;
  • vRAM de 8 GB HBM2;
  • Largura de banda de 410 GBps;
  • Frequência base de 1 156 MHz;
  • Boost até 1 471 MHz;
  • com 10,5 TFLOPS anunciados.

RX Vega 64 em Edição Limitada

Numa fase inicial a nova AMD Radeon RX Vega 64 estará disponível em forma de edição limitada. Não tem nenhum extra grande sobre a versão permanente, mas quem comprar esta terá uma RX Vega 64 em corpo metálico em vez da habitual carcaça em plástico.

A AMD não se pronunciou quando ao número de Edições Limitadas que foram produzidas, mas indicou que a maioria dos primeiros compradores iriam obter uma destas.

AMD Radeon RX Vega 64

À semelhança dos recentes processadores Ryzen, as placas gráficas Vega trazem consigo iluminação LED cuja cor podemos controlar e variar.

As três GPUs apresentadas chegam ao mercado com 3 saídas DisplayPort 1.4 e 1 porta HDMI 2.0, sendo que deverão estar disponíveis a partir de Agosto um pouco por todo lado.

Formato Radeon Pack

A pensar nos gamers, e dito pelo próprio Raja Koduri, as novas RX Vega estarão disponíveis em packs, de forma a reservar parte do stock a gamers, garantindo que não esgote face à sede dos mineiros de moedas virtuais.

Assim teremos três packs distintos para os gamers que quiserem garantir a sua RX Vega 64 ou RX Vega 56:

  • Radeon Black Pack, ao adquirir uma RX Vega 64 terão um desconto de $200 num monitor Samsung 34″ CF971; desconto de $100 na compra de processador Ryzen 7 e uma motherboard X370; e ainda dois jogos no total de $120;
  • Radeon Aqua Pack, ao adquiriem a versão com refrigeração liquida da placa gráfica Radeon RX Vega 64 pelos $699, contarão com dois jogos e os restantes descontos anunciados acima;
  • Radeon Red Pack, é semelhante aos outros, mas por $499 adquirimos a Radeon RX Vega 56.

 

Performance das RX Vega

As placas gráficas da AMD nunca foram famosas pelos seus níveis de consumo, ainda que tenhamos visto melhorias nos últimos tempos, as RX Vega não irão revolucionar a filosofia da empresa nesse sentido.

AMD Radeon RX Vega 64

A AMD revelou que o consumo da RX Vega 56 andará em torno dos 210w, e a RX Vega 64 pelos 290w. Já a versão com refrigeração liquida da RX Vega 64 chegará aos 350w na carga máxima. Todas deverão contar com alimentação de 8+8 pin.

Quanto à performance, a AMD não revelou valores de benchmarks da linha Vega, mas antes do evento revelou alguns testes que colocavam a RX Vega 64 a morder os calcanhares da GTX 1080.

Isto é algo prometedor, e a AMD revelou que será expectável obter frames na ordem dos 53/76fps em monitores ultra-wide com resoluções de 3440 x 1400 pixeis, algo bastante semelhante à média da GTX 1080.

 

Resta agora aguardar, pelo menos até por as mãos numa para testar a nova RX Vega!

No more articles