As 20 maiores tendências em tecnologia de 2018

As 20 maiores tendências em tecnologia de 2018

Como as tecnologias estão sempre a evoluir, é fundamental ficar atento em quais serão as ferramentas digitais que vão dominar os nossos estilos de vidas e os nossos comportamentos em 2018.

Muitas das tecnologias que vamos citar já estão presentes no nosso dia-a-dia, mas vão intensificar-se e também transformar. As mudanças em 2018 vão ser bastante aceleradas e ao final do ano podemos esperar novos hábitos significativos na forma como vivemos. Do trabalho às idas aos médicos, tudo tende de ficar mais moderno e mais inovador. Saber entender e lidar com essas novas tendências é uma boa forma de estar a frente e não levar uma surpresa.

Separamos uma lista bem completa para que você fique por dentro das novas tecnologias em 2018.

As 20 maiores tendências em tecnologia de 2018

1. Inteligência Artificial (AI)

Falamos bastante sobre o uso da Inteligência Artificial (AI), mas isso tende a aumentar cada dia. Várias empresas já usam este recurso para otimizar processos.

A LG é uma das que mais está a investir na área: nos seus eletrodomésticos há inteligências artificiais que são capazes de se programar de acordo com a rotina do dono, adaptando-se assim aos hábitos da casa. Por exemplo, o ar condicionado já saberia qual é a temperatura favorita, a máquina de lavar qual é o melhor horário para funcionar e a TV os programas favoritos.

A Adobe também está a usar esta tecnologia para deixar os seus programas de edição ainda melhores. O Adobe Sensei é capaz de analisar os padrões de comportamento do usuário e automatizar algumas opções. Dessa forma, os trabalhos ficam mais rápidos e também mais padronizados garantindo a qualidade dos projetos.

 

2. Bitcoin

A cada dia que passa as pessoas estão cada vez mais buscando por soluções descentralizadas, por isso o uso do Bitcoin tende a popularizar-se em 2018. Esta moeda digital e totalmente autónoma vai ser capaz de alimentar cada vez mais os serviços digitais.

Hoje em dia isso já acontece no iGaming, por exemplo no bitcasino.io quando se quer jogar é preciso realizar os pagamentos em Bitcoins. No site há mais de 600 jogos disponíveis, entre blackjack, slots, jackpots e muitos outros. O site também conta com o diferencial de possuir um casino ao vivo, no qual é possível jogar diretamente com dealers.

Os sites de e-commerce também começam a aceitar esta forma de pagamento, e se espera que no futuro algumas empresas como a Amazon também o permitam. Um outro dado bem interessante é que um dos países mais avançados tecnologicamente, o Japão, já está aceitando o Bitcoin como forma de pagamento legal.

 

3. Smartphones com “olhos”

O reconhecimento facial nos smartphones não é nenhuma novidade, contudo, graças ao novo sistema criado pela Apple, o qual é mais seguro e rápido, veremos muitas mais empresas utilizando-o.

O reconhecimento facial permite reconhecer o utilizador mesmo usando maquilhagem ou até óculos de sol. É certo que é um pouco mais lento que o leitor de impressões digitais, mas é a nova tendência que veremos em muitos smartphones neste ano 2018.

 

4. Algoritmos

Novos AplicativosOs algoritmos já tem sido motivo de reclamações pelos usuários digitais, mas cada vez mais, entendê-los e analisá-los vai ser fundamental para que se tenha mais “sucesso” nas redes sociais e em basicamente tudo que é digital.

O uso dos algoritmos só vai aumentar e também ficar cada vez mais específico para garantir excelentes análises comportamentais. Hoje, além das redes sociais, eles são encontrados, por exemplo, em testes de personalidades online em processos seletivos.

Mas também encontramos os algoritmos em aplicativos variados. O WhatsApp tem feito diversos investimentos no segmento para melhorar o seu serviço, um deles é um algoritmo capaz de perceber boatos, se uma mensagem é compartilhada de forma acelerada e para muitas pessoas, um alerta é emitido.

 

5. Novos Aplicativos

https://youtu.be/cosqlfqrpFA

No Android, por exemplo, já poderão aceder a algumas apps sem sequer ter de a instalar. Em alguns casos será necessário, mas em outros poderás utilizar algumas das suas funcionalidades como se de um site se tratasse.

A Appy Pie, uma empresa pioneira no ramo dos aplicativos, já está desenvolvendo os primeiros. E os desenvolvedores da Google estão por trás dessa criação. Esses aplicativos são tão novos que ainda não há exemplos disponíveis, mas em breve ouviremos falar bastante deles.

 

6. Era dos serviços

Com a evolução industrial, hoje temos uma sociedade muito mais voltada para os serviços do que para os produtos. Mais do que realizar compras, as pessoas estão buscando soluções. Estamos vivendo numa era em que as pessoas não têm mais tempo em se preocupar em comprar e muito menos em seleccionar as melhores opções para elas.

Por isso, ao invés de comprar uma bolsa, por exemplo, o consumidor vai investir em um serviço de aluguer de bolsas ou de planos mensais para receber uma nova bolsa por mês, por exemplo. Ou seja, tudo tenderá a se transformar num serviço.

 

7. Multicloud

A cada dia que passa mais usuários estão aderindo às nuvens para armazenar os seus conteúdos e isso é uma tendência que tende a aumentar em 2018. As empresas de diversos segmentos vão sentir uma maior necessidade de investir em nuvens, já que os seus empregados estão cada vez mais globalizados e descentralizados.

Tudo começou através do uso do DropBox, Google Drive entre outros. Nesta próxima etapa, as empresas vão buscar por solução de sincronizar diversas nuvens. Por tanto, a forma como estamos armazenando documentos também tende a mudar.

 

8. Maior Segurança

Com a ampliação dos dados digitais, uma das grandes preocupações será a garantia de segurança de dados. As empresas deverão oferecer recursos para garantir que todos os dados dos seus clientes estão protegidos, e não só por software, mas também por hardware, já que, como vimos com o Meltdown e Spectre, também podem existir vulnerabilidades neste nível.

Na Europa, por exemplo, as empresas deverão cumprir o Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia até final de maio de 2018. Além disso, as empresas deverão começar a se preocupar em criar um departamento exclusivamente voltado para a segurança digital.

 

9. Surgimento de mais CIOs

Se ainda não conhecem o termo CIO, já se podem ir acostumando. CIO significa Chief Information Officer e é o cargo mais alto dentro de uma empresa na área de tecnologia da informação. Esta pessoa será a responsável por todo o desenvolvimento tecnológico da empresa e terá cada vez mais um papel importante para definir o seu sucesso.

 

10. Realidade Aumentada

Realidade Aumentada

A realidade aumentada não é nenhuma novidade, contudo, devido ao seu elevado preço, a sua aderência não tem sido a melhor. É por isso que durante este ano se espera que algumas empresas lancem novos productos que sejam mais acessíveis para o consumidor médio.

Estes produtos já se utilizam em algumas áreas, como no design e construção de apartamentos. Em vez de mostrar o design final num video, agora faz-se num modelo 3D que a pessoa poderá visitar utilizando óculos de realidade aumentada.

Em adição, as empresas de moda também estão a investir para que os seus consumidores se vejam usando as suas peças e também as lojas de decoração, que mostram como os seus móveis ficaram no ambiente que o cliente deseja colocar o objeto. Tudo isso através da realidade aumentada.

 

11. eSports

O mundo dos jogos é um dos que mais evoluem, por isso, não seria diferente que eles estivessem na lista de tendências. Em 2018 mais empresas vão começar a investir em diferentes jogos competitivos online, e com certeza veremos mais torneios e ligas competitivas, como o Overwatch League.

Segundo estudos, em 2017, os eSports já movimentaram milhões de dólares e isso tende a aumentar em 2018. A sua popularidade tende a crescer tanto que até mesmo o Comité Olímpico está a pensar em transformá-los num desporto oficial nas Olimpíadas em Paris de 2024.

 

12. Popularização do 5G

As telecomunicações também estão a evoluir e o 4G já está desfasado. Por isso, agora o fornecimento de Internet virá com 5G, o qual tem potencial de ser 10 vezes mais rápido quando comparado com o 4G. Esse novo sistema de fornecimento de Internet deve movimentar toda a cadeia de serviços que utilizam a Internet.

 

13. Personalização da Saúde e Terapia Genética

Já alguns anos que diversas empresas estão oferecendo testes que analisam os DNAs dos seus clientes e o mostram possíveis doenças e também outras questões de saúde envolvendo a genética.

Esses tipos de testes vão se popularizar e fazer com que a saúde se torne cada vez mais personalizada buscando soluções específicas de acordo com o DNA de cada pessoa. Esta evolução também abre a porta para a popularização da terapia genética.

Diversas doenças resultam de um erro em um único gene, dessa maneira, utilizando a genética as pessoas poderiam ser curadas com mais facilidade, ou até mesmo nem chegarem a ficar doentes.

 

14. Internet das Coisas

É um termo pouco conhecido, mas com cada vez mais uso. Refere-se ao facto de que alguns produtos começam a ter acesso a Internet e também, de alguma forma, inteligência artificial. Vejamos o caso da LG ou Samsung com os seus frigoríficos inteligentes, ou até armários inteligentes.

É a Internet das coisas que vai possibilitar a criação de ambientes inteligentes que trabalham de forma automatizada para atender a humanidade. A Internet das coisas vai mudar a forma com as pessoas vivem, como são tratadas em hospitais e também como as fábricas funcionam. Esse é o próximo passo para automatização.

 

15. Impressoras 3D

A popularização das impressoras 3D é uma questão de tempo, até que essa tecnologia seja capaz de ser produzida com mais baixos custos, mas muitos são os segmentos que já a estão utilizando.

Na Índia, um país que está investindo fortemente neste segmento e deseja ser pioneiro na sua comercialização acessível, tem usado as impressoras para a construção de próteses na área da medicina, o que tem se mostrado altamente positivo.

 

16. Vídeos em 360 Graus

É certo que os vídeos marcam grandes tendências -vejamos a evolução do YouTube desde 2015 – mas agora esta tecnologia vai evoluir e ser capaz de mostrar imagens de 360 graus. Alguns vídeos da Revista Vogue americana já foram gravados assim e podem ser assistidos no seu Canal de YouTube.

A empresa Insta360, uma das pioneiras no segmento, está desenvolvendo cada vez melhores câmaras e programas de edições para gravação e criação de vídeos em 360 graus adaptados aos iPhones.

 

17. Carros sem motoristas

Os carros sem motoristas não são apenas coisas que vemos em filmes, já que nos Estados Unidos são uma realidade. A Waymo, uma empresa da Google, já tem feito diversos testes em cidades do oeste americano. Entre as famílias que testaram há até um casal de portugueses. O serviço vai ser aberto ao público em breve.

Além disso, a General Motors, magnata no segmento de automóveis, também divulgou recentemente o seu novo modelo de carro autônomo que em breve já estará a venda.

 

18. Assistentes Virtuais em Casa

Amazon Echo

Tanto a Amazon Echo como o Google Home apresentam assistentes virtuais que tem a função de ajudar com tudo o que o seu dono precisa, otimizando ao máximo a sua vida.

A tendência é que esses aparelhos sejam cada vez mais comuns, tal como os smartphones. Hoje é possível comprar estes assistentes por menos de 100 euros, o que é um preço realmente acessível para aumentar a sua popularidade em 2018.

Esses assistentes podem organizar a sua vida, desde mantendo a sua agenda com os seus compromissos importantes, como ficar atualizando sobre as notícias, o trânsito e o tempo/clima, ou comprando qualquer produto quando seja necessário, entre muitas outras atividades para facilitar e simplificar sua vida ao máximo.

19. Baterias mais longas

As grandes empresas de aparelhos eletrônicos estão investindo em baterias mais longas e esta vai ser uma grande tendência para 2018. Os aparelhos que durarem mais tempo sem precisarem ser carregados vão ser certamente os que mais venderão.

Vejamos o caso da Huawei, que há dias anunciou que está a criar baterias com um novo sistema “Supercharge” que permite carregar 48% de uma bateria de 3.000 mAh de um telemóvel em 5 minutos.

 

20. Energia Solar Atualizada

Não são muitos os estabelecimentos que investem em energia solar, mas a verdade é que está evoluindo e tornando-se cada vez mais potente. Agora o armazenamento de energia dá-se via células, o que aumenta a capacidade de fornecimento de energia dos painéis.

Algumas empresas, como a Tesla, já estão a criar telhados solares que permitirão reduzir a quantidade de energia eletrica que consumimos por uma bem mais renovável e barata.

 


Todas essas tendências já fazem de alguma maneira parte do nosso dia-a-dia, o que vai acontecer em 2018 é o aumento dessas tecnologias e as suas evoluções transformando ainda mais a maneira como vivemos.

É importante estar informado e entender as mudanças que estão para ocorrer de forma a conseguir se adaptar cada vez mais em um mundo mais tecnológico e tirar sempre a melhor experiência de cada ferramenta digital.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

twelve + sixteen =