Com a chegada do novo mapa de Battlefield 1, Giant’s Shadow, a DICE introduz mais um mapa no historial da série, nos quais muitos são bons, outros são maus. Neste artigo, vamos rever aqueles que são os melhores mapas já lançados em Battlefield, assim como algumas razões para tal, que vão desde grafismo, layout, fluxo de jogo e acessibilidade para certos modos de jogo.

A lista não está necessariamente ordenada, assim como alguns mapas que aparecem, podem ou não gostar, nesse caso não deixem de comentar quais os vossos favoritos.

Noshahr Canals

noshahr-canals

Aquele que é de longe o mapa de Battlefield 3 mais jogado, ainda hoje, o seu sucesso deve-se principalmente ao layout soberbo para o modo Team Deathmatch. Apesar de ser um mapa bastante fraco nos outros modos de jogo, a forma como foi desenhado em TDM, permite a todas as classes terem sucesso de alguma forma.

A zona dos contentores cria corredores excelentes para combate a curto alcance, enquanto a zona do cais e linha do comboio, permitem aos Recon abater os seus alvos longe do caos.

O mapa foi refeito em Battlefield 4, mas devido a decisões de balanceamento, a escala foi ligeiramente aumentada, o suficiente para afetar o fluxo de jogo, não conseguindo passar a mesma sensação do original.

 

Strike at Karkand

strike_at_karkand_bf3

Criado em Battlefield 2 e refeito em Battlefield 3, este icónico mapa é excelente tanto em Conquest, para o qual foi criado, mas também para TDM, introduzido em Battlefield 3.

A sua cidade permite grandes combates de infantaria suportada por veículos, que dominam totalmente a orla da mesma. Existem muitos locais com cobertura, não existindo nenhum desequilíbrio entre as várias classes, o que leva a um fluxo de jogo bastante suave.

O seu layout em TDM foi muito bem pensado, devido a existirem 3 corredores principais, podendo facilmente alternar entre cada um para melhor chegar às zonas mais quentes.

 

Wake Island

wake_island_2014

De longe, o mapa mais refeito da série Battlefield, tendo aparecido em BF1942 originalmente, depois em BF2, BF2142 e BF3, a sua razão é muito simples: os combates de veículos.

Em Conquest, é possível ter-se excelentes combates de veículos, com barcos, aviões e tanques à mistura, assim como zonas excelentes para utilizar as Snipers. O seu layout em “V”, permite que os barcos cheguem facilmente a todas as zonas, dando mesmo a sensação de “All Out Warfare”.

O seu layout de TDM em Battlefield 3 também foi muito bem conseguido, tendo sido introduzidos muitos espaços de cobertura para equilibrar as classes.

Argonne Forest

argonne-forest

O mapa mais recente da lista, introduzido em Battlefield 1, é um dos mapas conhecidos por Meat Grinder, onde não existem veículos, sendo focado em combate de infantaria em corredores apertados.

Apesar de ser Meat Grinder, não sofre tanto dos mesmos problemas de Operation Locker ou Metro, pois existem bastantes atalhos que permitem flanquear a equipa adversária. Existe ainda a possibilidade de aparecer um Comboio Armado, mas é necessário proteger bem os flancos pois é bastante suscetível a emboscadas inimigas. Funciona muito bem, especialmente em TDM e Conquest, ainda mais quando está sob nevoeiro intenso.

Valparaiso

valparaiso_combat_area

De longe o melhor mapa de Rush já feito em Battlefield. Este modo de jogo foi introduzido no Spin-off Bad Company e, apesar de estar bastante mais fraco desde então, a adesão foi enorme na altura, muito devido a este mapa.

Apenas é possível jogá-lo neste modo, pelo que o seu design está perfeitamente adaptado a Rush. Nele, os atacantes vão ter de atacar várias colinas, umas vezes descendo, outras subindo, sempre de forma épica, com excelentes espaços com cobertura, num mapa onde é essencial ganhar o controlo do espaço aéreo. Um bom piloto na vossa equipa, juntamente com passageiros competentes nas metralhadoras faz toda a diferença, mantendo o inimigo sob pressão.

O seu layout permite a cada classe ter a sua distância ideal de ação, com os Recon a cobrirem os colegas que avançam, evitando que os snipers inimigos matem os Medics que vão suprimindo o adversário, enquanto curam e revivem os aliados.

 

Arica Harbor

arica

Um dos melhores mapas de Conquest de Battlefield Bad Company 2, o seu tamanho é praticamente o mesmo e quase funciona como um Meat Grinder, mas com a presença de veículos. O seu layout é basicamente constituído por 3 corredores, sendo que um deles passa no meio de uma pequena vila.

Existe bastante espaço para veículos, apesar de ser propício a emboscadas e o seu tema mais desértico, lembra um pouco os filmes sobre as guerras no Médio Oriente.

É um mapa espectacular para snipers, especialmente para os Americanos, que aparecem no topo da colina e podem usar as pedras para proteção e, possuem visão abrangente para usar os binóculos para chamar ataques de morteiros

Também é um excelente mapa de Rush, com muito bom posicionamento das MCOM, que necessitam de muita coordenação para serem defendidas.

 

Ballroom Blitz

ballroom

Um dos melhores mapas de Battlefield 1, é também um dos mapas mais detalhados de toda a série, especialmente na zona do salão de dança e possui um excelente design para TDM e Conquest.

Em TDM, proporciona combates intensos pela captura dos telhados centrais, que oferecem boa visão para a maioria do mapa, ideal para Recon, assim como pela captura do salão, que oferece embates a curta distância, onde a máscara de gás é imprescindível.

Em Conquest, permite excelentes combates aéreos, assim como com os tanques e cavalos no chão, que facilmente destroem os inimigos, devido à existência de espaço sem cobertura na periferia.

 

Propaganda

bf4_propaganda_chainlink_b

Introduzido na expansão Dragon’s Teeth de Battlefield 4, este mapa veio com o modo de jogo Chain Link, que era perfeito de jogar neste mapa. O mapa permitia excelentes confrontos entre infantaria e veículos e as bandeiras estavam dispostas quase em linha reta, o que permitia um fluxo praticamente contínuo, que obrigava a constantes flanqueamentos, de forma a cortar a ligação entre bandeiras e, assim, reduzindo os pontos ganhos pelo adversário.

A zona de TDM está muito bem feita, com casas facilmente destruíveis, assim como boas zonas com cobertura. Em Conquest também existe uma boa variedade de zonas de combate, pelo que quer gostem de combates com veículos, ou prefiram algo mais a curto alcance, vão se sentir na vossa praia.

 

Ziba Tower

ziba-tower-2

Um dos mapas de excelência de Battlefield 3, introduzido na expansão Close Quarters, adicionou também o modo Conquest Domination, que viria apenas a chamar-se Domination nos jogos seguintes.

Este mapa, assim como os outros da expansão, eram 100% focados em infantaria, sem nenhum tipo de veículo, dentre os quais, este era o mapa com o melhor layout e, de longe, o mais jogado.

As equipas apareciam de cada lado da torre, com dois andares, onde era possível participar em combates bastante intensos, com grande destruição dos cenários. Além disso, ainda possuía zonas adequadas a combate de longo alcance, sendo que era no geral, um mapa muito equilibrado, tendo como única zona problemática, a varanda que dava para o objetivo “A”, que era propícia a campers com shotguns e claymores.

 

Grand Bazaar

grand-bazaar

Um dos melhores mapas que vieram de origem em Battlefield 3, foi entretanto refeito com um novo aspeto em Battlefield Hardline. Era um mapa muito pedido devido ao seu layout muito bem feito, que permitia bons jogos de TDM, Conquest e, especialmente, Rush.

Apesar de no geral, os mapas de Rush estarem relativamente fracos em Battlefield 3, pelo menos se compararmos com o antecessor, Bad Company 2, este foi o outro lado da moeda, com um modo Rush soberbo e bem equilibrado.

Além disso, nos outros modos, especialmente em TDM, era um paraíso para Snipers, apesar de ser facilmente jogado com as outras classes. Também era espetacular em termos de destruição, onde era possível utilizar explosivos para derrubar as fachadas dos prédios por cima da equipa adversária.

 

Outros Mapas a mencionar

Operation Locker

operation-locker

Damavand Peak

bf3-maps-damavand-peak-rush1

Amiens

amiens

Laguna Presa

laguna-presa