No seguimento da apresentação da nova plataforma CANDLE de inteligência artificial da NVIDIA, a companhia apresentou um novo supercomputador que será o mais eficiente do mundo, o DGX SATURNV. Este encontra-se na posição 28 da lista TOP 500 dos computadores mais rápidos do mundo, ou, supercomputadores.

O SATURNV conta com 124 DGX-1, apresentado a 5 de Abril, cada um está equipado com oito placas gráficas Tesla P100 da NVIDIA, e consegue alcançar os 9.46 gigaflops/watt, o que representa uma melhoria de 42% dos 6.67 gigaflots/watt produzidos pelo supercomputador seguinte em termos de eficiência.

NVIDIA DGX SATURNV

A eficiência deste tipo de sistemas é fulcral, dado que estes supercomputadores processam dados a velocidades inimagináveis, processando um milhão de biliões de operações de pontos flutuantes por segundo.

Este tipo de sistemas ajudam a desenvolver novas tecnologias, correndo as respetivas simulações, com aplicabilidade tanto a nível de engenharia, criando motores mais eficientes, formas de gerar energia limpa ou até melhorando os softwares para condução autónoma. Como também na área da medicina, e um exemplo disso é a plataforma CANDLE que ajudará na procura de uma cura para o cancro.

Especificações Técnicas do DGX-1
  • CPU: Xeon E5-2698v4 (20 cores, 40 threads)
  • GPU: 8x Tesla P100, 16GB HBM2 cada
  • NVIDIA CUDA Cores: 28.672
  • RAM: 512GB, 2133MHz DDR4