A gigante nipónica apresentou a sua nova consola, a Nintendo Switch. Em vez de apostar numa consola exclusivamente caseira ou portátil, a Nintendo juntou o melhor dos dois e criou uma consola híbrida que podemos adaptar para jogar em qualquer lado.

Apesar do enorme sucesso que as consolas portáteis da Nintendo costumam ter, o mesmo não acontece com as caseiras, que são um pouco mais inconsistentes. Após o falhanço da WiiU se compararmos com a Wii original, juntamente com a extrema falta de apoio de companhias Third Party, a próxima consola da Nintendo não pode simplesmente falhar .

Assim, nada melhor que transplantar a mentalidade que tornou as consolas portáteis tão famosas para as consolas caseiras que necessitam urgentemente de sucesso.

Design e comandos da Nintendo Switch

Começando pelo nome: Switch. Apesar de gostar mais do nome de código NX, que parece mais simples e fica no ouvido, Switch não é uma má escolha de nome, definitivamente melhor que WiiU que tanta confusão gerou no lançamento. Fica de acordo com a principal funcionalidade da consola que é trocar entre consola de mesa e consola portátil.

Começando pelo design da consola, a Nintendo sempre fugiu às “regras” no que toca a design e funcionalidades das suas consolas. Se virmos os últimos lançamentos, a Wii com os seus comandos por movimento foi algo revolucionário, a WiiU apresentou o seu comando/tablet e a 3DS foi a primeira consola a permitir jogar em 3D sem óculos.

A Nintendo Switch continua este legado e apresenta-se como uma consola bastante mais pequena que o esperado, sendo um tablet de, aparentemente, 6,2 polegadas que podemos colocar numa Dock. A doca faz a ligação à TV e, quando retiramos a Switch do descanso, esta passa automaticamente para modo portátil.

Existe a possibilidade deste ecrã de 6.2″ ter uma resolução de 720p e ser multitouch, contudo não há qualquer tipo de confirmação nem se vê tal coisa no video apresentado. A Switch contará com uma porta USB Type-C, o que permitirá seguramente carregamentos rápidos.

O comando Switch possui partes modulares chamadas Joy-Con,que podemos desmontar e encaixar no ecrã, que fica parecido com o Gamepad da WiiU. Além disso, ainda podemos utilizar outro comando que parece uma mistura entre o WiiPro e o comando da Xbox One.

Os Joy-Con podem ser utilizadas como controladores individuais para certos jogos multiplayer, parecendo-se com uma espécie de WiiMote mais pequeno.

Os jogos em formato físico serão colocados em cartuchos, algo que faz todo o sentido se virmos os avanços cada vez maiores em espaço nas memórias flash. Isto significa que podem levar vários jogos convosco, tal como já o faziam na 3DS. Além disso, podem ainda utilizar um suporte e fazer da vossa Switch uma mini tv para reproduzir conteúdos multimédia.

Os jogos já confirmados

No trailer foi possível ver alguns jogos a correrem na consola. Além do já esperado The Legend of Zelda: Breath of the Wild, fomos surpreendidos com alguns dos jogos apresentados.

Para começar pudemos ver Skyrim (Remastered presumo) a correr no modo portátil, com total suporte aos Joy-Con. Escusado será dizer que isto é algo simplesmente fenomenal pois, além de mostrar que a consola possui hardware até bastante poderoso para uma portátil, podermos jogar um jogo como Skyrim em qualquer lado sem precisar de andar com um computador portátil atrás, é bastante atrativo.

De facto, já existiam rumores que agora foram confirmados, de que a Switch iria usar tecnologia Nvidia Tegra, que tem vindo a ser cada vez mais poderosa, ao ponto de apresentar gráficos de consolas de mesa em diversos tablets da marca. Veremos o que este novo processador é capaz de fazer.

Mas mais importante que tudo isto, mostra que a Switch vai contar com apoio Third Party no lançamento, algo que morreu completamente na WiiU e esperemos, se mantenha por muito tempo na Switch.

Mais jogos de outras companhias

Ainda nas Third Party, foi mostrado gameplay do NBA2K17, que mostra um regresso em grande dos jogos de desporto às consolas da Nintendo, que sempre foram bastante colocados de lado nestas consolas, com versões por vezes vergonhosas em termos técnicos.

Quanto a First Party, além de Zelda, pudemos ver Mario Kart, um novo jogo de Mario ao estilo Mario 64/ Galaxy e algo que já pedia à muito tempo: uma infrastrutura de rede ao nível da PSN e Xbox Live. Porque é que digo isto? Porque apresentaram uma partida de E-Sports de Splatoon e o mínimo que se pede para tal é um sistema online como aquele já presente nas consolas da Sony e Microsoft.

As primeiras impressões a retirar

O primeiro impacto da Nintendo Switch parece ser bastante positivo. O design inovador e os jogos mostrados deixam antever uma consola bastante portátil e poderosa. Esperemos que as promessas sejam cumpridas e que a Switch possa competir de forma igual em dois mercados tão diferentes: o das consolas portáteis e das consolas caseiras.

A partir de Março de 2017 poderemos descobrir por nós próprios o quanto vale a consola!

Lançamento e Preços [Atualizado]

Dia 12 de Janeiro será a próxima data a ter em conta para notícias da Nintendo!

Este foi o dia escolhido para a gigante nipónica anunciar mais novidades relativamente à Nintendo Switch, como preços! E uma data certa de lançamento, apontado para Março do próximo ano.

Este evento contará com uma transmissão ao vivo, de forma semelhante em principio aos eventos dos últimos anos Nintendo Direct YouTube.

Esta apresentação de dia 12 será seguida por um evento mais formal de dois dias, 14 e 15 de Janeiro.

Nintendo Switch

Apesar de ainda não haver confirmação do preço, a Toys’R’Us no Canadá listou a consola no seu site! A consola Nintendo Switch surge no site com um preço de $329.99 dólares canadianos. Convertendo este valor de dólares canadianos (CAD) para a nossa moeda (EUR), ficamos com €225,49. Isto deverá dar-nos uma ideia do que será o preço final.

A consola que surge no site da loja não vem com nenhum jogo. Assim, parece-nos que poderemos contar por cá com um preço de €250. Parece-me que neste valor seria de esperar algum jogo, provavelmente do mundo de Mario ou das aventuras do Link, se bem que eu preferiria um Pokémon.

Que jogo gostariam que viesse com a consola?

Segundo ainda uma fonte do Reino Unido, a loja GAME foi informada do preço de £199 libras, que vai ao encontro dos $330 dólares canadianos. Bem como da existência de uma segunda versão da consola, com mais armazenamento interno e um jogo gratuito, a £249 libras. Ou seja, algo como €289 euros pela conversão, por isso, assim talvez seja de esperar 299€ para esta versão com jogo por cá.