Achaste o artigo útil?
Votação do Leitor 2 Votos

Neste artigo, procuramos dar-vos a conhecer algumas das principais estreias nos cinemas para cada mês. Estreias estas nos cinemas portugueses, e neste artigo, as de Janeiro de 2017. Podem ver as estreias de outros meses aqui.

Janeiro é sempre um mês algo pobre em estreias nos cinemas, visto que os principais são lançados nos finais dos anos para serem recordados para os Óscares, ou como blockbusters no Verão, como muitos dos filmes de Super-heróis. É tão fraco que muitos filmes que aparecem em Portugal são estreias atrasadas…

Este mês, o mais aguardado por muitos é o primeiro a estrear mesmo, Assassin’s Creed com Michael Fassbender. De resto, temos o regresso de Vin Diesel num filme da série xXx Missão Radical e ainda Jamie Foxx Nos Limites da Lei.

Vejamos então as principais estreias nos cinemas “tugas” em Janeiro.

Assassin’s Creed

Data: 5 de janeiro
Realizador: Michael Fassbender
Estilo: Ação, aventura

Para abrir o ano, em Portugal, chega mais um filme baseado num video jogo, ainda que até agora poucos tenham tido sucesso real, todos vão fazendo dinheiro que valha os investimentos, além de servirem como publicidade aos jogos.

Não precisará de grandes apresentações este filme, visto que seguirá o estilo dos jogos, ainda que nenhuma das histórias já contadas.

Assassins’s Creed chega-nos com Michael Fassbender nos papéis de Callum Lynch e Aguilar de Nerha, e Marion Cotillard como Sophia Rikkin assim como o grande Jeremy Irons no papel de Alan Rikkin, CEO da Abstergo Industries e Abstergo Foundation.

O filme, que estreou lá fora a 21 de Dezembro, como é habitual nas adaptações de jogos para o grande ecrã, não tem tido grandes avaliações. Conta com 6,6/10 no IMDB e 4/10 no Tomatometer e 3.5/5 na nota do público no Rotten Tomatoes.

 

The Bye Bye Man – O Nome do Medo

Data: 12 de janeiro
Realizador: Stacy Title
Estilo: Terror, Thriller

O filme de terror de Janeiro é o Bye Bye Man, que nos traz a típica receita deste género, com três amigos da faculdade a mudarem-se para uma casa velha e mais isolada do campus universitário. Estes descobrem a maldição do Bye Bye Man, e a forma de evitar que ele os encontre é não pensarem nele nem dizer o nome dele.

Numa mistura de Boogey-Man e de Freddy Krueger, o Bye Bye Man entra nos nossos pensamentos e assume o comando de quem se apodera para levar a cabo o terror neste filme.

O filme conta com Doug Jones, que podem reconhecer do Surfista Prateado em  Fantastic Four: Rise of the Silver Surfer (2007), ou talvez menos de Abe Sapien nos dois filmes Hellboy (2004 e 2008), sendo que neste assume mesmo o papel de Bye Bye Man.

O filme ainda não conta com notas nem no IMDB nem no Rotten Tomatoes.

 

Little Men – Homenzinhos

Data: 12 de janeiro
Realizador: Ira Sachs
Estilo: Drama

Chega a 12 de Janeiro outro filme atrasado aos cinemas portugueses, 25 de Janeiro no Sundance e estreou nos EUA a 5 de Agosto, Homenzinhos.

O filme, um drama, segue uma família que se muda para a casa do avô que faleceu. A família, com Greg Kinnear como pai e actor, Jennifer Ehle como mãe e Theo Taplitz como o filho, Jake, passa por algumas dificuldades pois o pai não tem tido trabalho. Jake faz um novo amigo com a mudança, filho de uma costureira com loja na cave da nova casa. Para fazer face às dificuldades financeiras, os pais de Jake querem aumentar a renda da loja na sua cave, o que gera algum conflito na família.

Este tipo de filmes que abordam problemas de família, coisas mais próximas de nós e do dia-a-dia com que, por vezes, nos identificamos, são sempre bons de se ver.

Quase um ano após Sundance, e 5 meses depois da estreia nos EUA, o filme conta com 7/10 no IMDB, uma nota consolidada, e no RottenTomatoes 8/10 na crítica e 3,6/5 na audiência.

 

Ozzy

Data: 12 de janeiro
Realizador: Alberto Rodriguez y Nacho La Casa
Estilo: Animação

Como fãs de desenhos animados, não deixamos passar este filme, pois incluímos algo que também gostamos bastante…cães!

O filme distribuído pela Disney, transporta-nos para o mundo dos cães. A família de Ozzy tem uma oportunidade de ir ao Japão, que não deixam passar obviamente. Contudo, não podem levar o Ozzy, então pensam em deixar o membro da família mais peludo num Hotel para cães.

A burocracia põe-se pelo caminho, e o Ozzy acaba numa prisão para cães, a San Quentin canina! O enredo principal passa em volta da tentativa de fuga da prisão e voltar para os seus queridos donos.

O filme conta com 6/10 no IMDB, mas sem qualquer nota no Rotten Tomatoes. Passa despercebido o filme, ainda assim deverá ser uma boa desculpa para um bocado de diversão.

 

Sleepless – Nos Limites da Lei

Data: 12 de janeiro
Realizador: Baran bo Odar
Estilo: Ação, Thriller

Sleepless é provavelmente O filme de Janeiro, pois traz o grande Jamie Foxx. Trata-se de um remake do thriller francês Nuit Blanche (Sleepless Night) de 2011.

Jamie Foxx é Vincent Downs, polícia, e o rapper T.I., Derrick Griffin, seu parceiro. O filme anda em volta de policias corruptos e crime organizado, no trailer Vincent e Derrick parecem ser dois policias corruptos, que se metem com o grupo errado. O filho de Vincent acaba raptado, o que leva a dupla atrás dos mafiosos.

Se calhar foram eles que se meteram com a pessoa errada? Ainda não conta com qualquer classificação, mas desperta muita especulação!

 

xXx: Return of Xander Cage – xXx: O Regresso de Xander Cage

Data: 19 de janeiro
RealizadorD.J. Caruso
Estilo: Ação, aventura, Thriller

Vin Diesel arranjou tempo na sua agenda preenchida por Velocidades Furiosas e volta a protagonizar Xander Cage em mais um filme de xXx: Missão Radical.

Se há coisa em que o Vin Diesel é bom, é neste tipo de filmes, isto e Riddick. Além de Vin Diesel como Xander xXx Cage, voltamos a ver Sam L. Jackson como Scarface, o agente da NSA que recruta Xander, Augustus Eugene Gibbons, e para fazer de vilão, Donnie Yen, que impressionou em Rogue One, como Xiang.

Ainda não conta com notas, mas seguramente será um filme cheio de cenas de acção para aquecer este Inverno.

 

Silence – Silêncio

Data: 19 de janeiro
Realizador: Martin Scorsese
Estilo: Drama, história

Mais um filme atrasado nas estreias nos cinemas portugueses, mas que desperta alguma atenção pelo tema, e conta com um bom elenco. Filme baseado no livro homónimo de Shūsaku Endō, de 1966.

O filme transporta-nos para o século XVII, para um Japão fechado ao mundo, onde o catolicismo foi banido. Dois jesuítas vindos de Portugal, tentam encontrar o seu mentor, Cristóvão Ferreira. e ao fazê-lo, são testemunhas da perseguição levada a cabo pelos cristãos que viviam nas terras nipónicas.

Silence traz-nos Andrew Garfield como Sebastião Rodrigues, personagem baseada em Giuseppe Chiara um padre jesuíta que viveu muitos anos no Japão neste período. Temos também Adam Driver, o mais recente Sith da saga Star Wars, Kylo Ren/Ben, que interpreta o outro padre, Francisco Garrpe. Quanto a Cristóvão Ferreira, o mentor perdido destes dois, é interpretado por Liam Neeson.

Caso se questionem, o filme que retrata personagens portuguesas, com base numa obra japonesa e interpretado por actores anglófonos, é em inglês mesmo.

Silence conta com 7,8/10 no IMDB, e 8/10 no Tomatometer e 3.9/5 da audiência no Rotten Tomatoes.

La La Land – Melodia do Amor

Data: 26 de janeiro
Realizador: Damien Sayre Chazelle
Estilo: Musical, Romântico, Drama, Comédia

Ora, La La Land, é outro filme que chega atrasado às salas de cinema portuguesas. O filme conta nos papeis principais com as participações de Ryan Gosling e Emma Stone, e é-nos trazido por Damien Sayre Chazelle, realizador de Whiplash (Nos Limites).

Na cidade dos sonhos, Los Angeles, seguimos dois artistas que procuram o seu momento. Emma Stone como Mia, uma atriz que procura ganhar o seu lugar nas estrelas do cinema, e Ryan Gosling um pianista de jazz (género de que Damien deve ser fã, visto Whiplash andar em torno do jazz) que quer lançar a sua carreira. Encontram-se várias vezes por acidente, até repararem realmente um no outro. A partir daí, é ver a relação crescer, num filme que é um musical, como já não há.

La La Land conta com 8,8/10 no IMDB e 4,3/5 no Rotten Tomatoes, prova do seu sucesso, foi a sua participação nos Globos de Ouro onde La La Land foi o grande vencedor, com sete vitórias em sete nomeações, com melhor atriz, melhor ator e melhor filme para a categoria de Musical ou Comédia! Isto deixa seguramente o filme bem encaminhado para os Óscares.

 


Das estreias nos cinemas de Janeiro, estas ou outras, o que esperas mais para ver? E o que queres ver, mas vais deixar para ver no conforto de casa?